Casas contemporâneas I | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Consumo e Inovação

Casas contemporâneas I

Marketing

Por: | 08/07/2010

bfurtado@aliasite.com.br

Compartilhe

Ao estudar os lançamentos imobiliários dos últimos anos em busca do que são os novos anseios das pessoas em relação à moradia é possível detectar as mudanças da sociedade. Esta análise mostra, por exemplo, que também neste aspecto a segmentação e a customização orientam a concepção dos produtos imobiliários, embora em muito menor escala do que em produtos de consumo. É um valor importante e mais facilmente realizável quanto maior o valor do imóvel.

Os imóveis agora se ajustam aos diferentes perfis dos compradores, porque as famílias brasileiras mudaram. No mesmo prédio há pessoas que moram sozinhas e casais sem filhos que preferem abrir mão de um quarto e ampliar a sala, além de famílias que prezam cozinhas espaçosas. No bairro da Mooca, em São Paulo, reduto da comunidade italiana, muitos empreendimentos possuem cozinhas maiores que em outros bairros. Entendo totalmente esta necessidade. Na minha família que tem origem italiana, muitas conversas e bons papos acontecem neste espaço.
A customização depende também da atitude das empresas que idealizam os empreendimentos. Algumas estão mais antenadas com os desejos de seus compradores e outras não.

 

Os apartamentos influenciados pelo conceito de lofts tornaram-se mais abertos, as salas cresceram e a varanda tornou-se uma das âncoras da atratividade. Na imagem que ilustra este post, um loft de 60m² em Salvador mostra que o conceito não se destina apenas aos grandes imóveis. Ao contrário, o conceito amplia o espaço. Os banheiros também mudaram. Quando não há espaço para dois banheiros na suíte principal, alguns empreendimentos oferecem dois chuveiros no banheiro do casal para uso simultâneo. Inovação que os fabricantes de aquecedores adoraram. Mais recentemente, as varandas chegaram também aos empreendimentos mais populares, mostrando que a busca  por novos espaços para viver a casa não tem conexão com a renda.

 

A cozinha passou a integrar a sala em muitos imóveis e, quando não vem na planta, vemos moradores reformando um pedaço da sala para incorporar uma cozinha gourmet. Sabe como é... os homens agora cozinham e, para eles, este é um evento social mais do que para as mulheres. (Depois falam que as mulheres é que gostam de plateia J.)  Além da varanda surgiram também outros espaços novos como: sala de descompressão, meditação e até mesmo ofurôs ou mini spas que dependendo do perfil do empreendimento pode integrar o apartamento ou a área comum, como também as academias, spas e bangalôs para massagem. O número de piscinas também aumentou, incluindo modalidades com raias para natação.  

Todos estes novos espaços consideram a nova relação do brasileiro com a saúde, a relevância que a atividade física adquiriu para o bem-estar e a necessidade de manter o stress sob controle. As áreas comuns não param de aumentar, por sinal, e agora incluem espaço para cuidado e banho de animais (pet care), escritório para quem trabalha em casa e quer fazer uma reunião de trabalho, mini depósitos para guardar tranqueiras e por aí vai. Você deve estar refletindo que os imóveis da alta renda não refletem a casa brasileira. Hoje não, mas amanhã... veja o que aconteceu com a varanda, com a academia, salas de jogos, com a churrasqueira, com as cozinhas integradas...

Comentários

Acervo

Pesquisar por Tags

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss