Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Aging in Market (60+)

O Aging in Market e o Mercado Imobiliário

Pequenos ajustes deixam espaços mais age friendly

Por: | 19/04/2017

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Minha atuação nestes últimos anos tem sido apresentar a longevidade sob o prisma das oportunidades de mercado. Mais gente vivendo mais, fazendo grandes planos para os próximos 20 anos e procurando qualidade de vida. As marcas, produtos e serviços podem ampliar suas participações de mercado apenas ajustando seu olhar e entendendo as sutilezas na comunicação e nas relações de consumo com os 60+. O pessoal de produto e marketing têm um desafio bem interessante.

Não falo do Aging in Market olhando o futuro ou esperando que 1/3 da população brasileira tenha 60 anos ou mais lá por 2050. Falo de hoje, agora, já! Nossa população 60+ responde neste momento por mais de 20% do movimento sobre os bens de consumo e serviços no país. Para entender bem o que digo, dê uma passadinha em qualquer supermercado de bairro entre 09h30 e 11h. É o momento deles. Escreverei mais sobre as horas grisalhas em breve.

Nosso modo de vida compreende uma série de serviços e produtos que sustentam e viabilizam nossa existência urbana. O supermercado, a clínica médica, as farmácias, o varejo, a indústria da moda, a indústria alimentícia, a mobilidade, enfim, tudo o que nos permite viver como vivemos nos centros urbanos. O "aging in place" se preocupa essencialmente em prolongar, com qualidade, segurança e independência, o tempo que os idosos irão morar sozinhos ou não, nos seus lares. Já o Aging in Market desafia o mercado a observar melhor as necessidades destes consumidores em relação ao que suas marcas querem dizer, o que seus produtos tentam entregar e o tipo de experiência que seus serviços querem ser percebidos.

Condomínios Clube com piscina, sala de jogos, kids space, quadras poliesportivas, pet garden, bicicletário compartilhado, e todas as novidades possíveis para socialização. Um mundo de lazer que atrai qualquer casal que pensa em iniciar sua família. Crianças, adolescentes e adultos muito bem servidos de opções de lazer. Moro em um condomínio assim. Ao mesmo tempo observo casais idosos, solteiros ou viúvos 60+ em casa assistindo TV e eventualmente transitando pelo condomínio em direção à portaria para pegar um taxi, ao estacionamento pegar um carro ou levando seus netos ao parquinho.

Vejam a oportunidade de atração de público e consumo se colocarmos uma "pitada" de Aging in Market na visão dos empreendimentos imobiliários. Uma boa oportunidade aos domínios seria oferecer estruturas e novos espaços comuns para lazer 60+ como:

  • Sala de convivência (com poltronas, tv, mesas para atividades manuais ou jogos);
  • Rampa de acesso na piscina com corrimão;
  • Uma academia ao ar livre para terceira idade (aquelas que vemos nas praças e que eles adoram);
  • Equipamentos adequados ao usuário sênior no espaço fitness;
  • Quadra de Bocha (esporte comum no Sul e Sudeste) e passeios internos com roteiros para caminhadas curtas.

Nenhuma das sugestões exige grandes mudanças. O Aging in Market propõe apenas considerarmos os desejos e interesses dos 60+ nos projetos e concepções de produtos imobiliários, transformarmos os espaços em locais mais amigáveis e atraindo este novo consumidor que já tem estabilidade financeira, previsibilidade de renda e patrimônio. A recompensa, garanto, virá em vendas. 

Comentários

Biografia

Martin Henkel - Palestrante, fundador da SeniorLab Consultoria em Mercado 60+ e autor do conceito Aging in Market

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2017. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss