Devagar, quase parando: o que fazer quando o e-commerce cai em vendas | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Devagar, quase parando: o que fazer quando o e-commerce cai em vendas

Seu e-commerce não tem alcançado os resultados que esperava quando resolveu entrar no mercado online? Não entre em pânico, provavelmente você está cometendo o mesmo erro de todos

Por | 19/09/2016

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Seu e-commerce não tem alcançado os resultados que esperava quando resolveu entrar para o mercado online? Não entre em pânico, provavelmente você está cometendo o mesmo erro de aproximadamente 70% das lojas virtuais brasileiras: se comunicando de forma errada. Mas, existe luz no fim do túnel.

A Internet é extremamente democrática: pequenos, médios e grandes lojistas virtuais respondem ao mesmo tipo de regulamentação e atualmente contam com os mesmos recursos tecnológicos para venderem mais. Mas como obter o sucesso em um mercado tão competitivo?

Não existe segredo. O que faz uma loja virtual vender mais é a dedicação e exaustiva atenção aos indicadores de marketing. Veja algumas dicas que podem fazer diferença no e-commerce:

Posicionamento - é onde tudo começa. A marca precisa se destacar frente aos seus concorrentes diretos. Por isso é importante investir na apresentação de sua loja ao mercado, pois, assim como no varejo físico, a fachada conta muito. Seja criativo, tenha um visual único e leve esse padrão em qualquer criação, seja e-mail marketing, banner, display e campanhas. A repetição faz com que o cliente crie uma identidade com a marca e deposite confiança na loja.

Marketing de Performance - depois de atrair a atenção do cliente, é hora de desempenhar, ou seja, vender mais. O marketing de performance não é simplesmente oferecer o preço mais baixo na busca em comparadores, mas sim um conjunto de ações que aproximam o produto do usuário. O consumidor moderno sabe o que quer, quando e quanto deseja pagar.

Ferramentas de Comportamento - a maioria das lojas virtuais continua impactando os clientes sem levar em consideração seu comportamento de consumo e navegação. Essa é uma das maiores diferenças do grande varejista em relação ao pequeno empresário: as lojas grandes já trabalham o perfil do usuário durante a visita virtual e, com base nestes registros, preparam recomendações de produtos dentro daquilo que é procurado, reduzindo os custos de propaganda e marketing. Reserve uma parte da verba e contrate ferramentas com indicadores comportamentais de navegação. Trabalhe os principais canais de comunicações disponíveis no mercado, garantindo seu espaço em meio à concorrência.

Marketing Cloud - responder rapidamente aos instintos de compra é fundamental para concretizar uma venda. Assim, usar plataformas totalmente integradas nos principais canais (e-mail, mobile, social e web) e com conteúdo que o consumidor deseja receber impacta diretamente o cliente. O Marketing Cloud - uma plataforma para identificar hábitos do consumidor em uma loja virtual - é uma realidade nos EUA e vem ganhando espaço no Brasil.

Explore ao máximo cada canal - Com disciplina, trabalho e empenho é possível melhorar as vendas. Fique de olho em todos os indicadores, trate os clientes cordialmente, preocupe-se com a reputação da marca e esteja presente nos principais segmentos de comunicação. Resumindo: explore ao máximo cada canal e teste exaustivamente todas as ações de marketing. O seu concorrente já faz isso, não fique para trás. 

Por: Welington Sousa

Gerente de marketing da All iN, unidade de Marketing Cloud da Locaweb


Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss