Artigos

Publicidade
Publicidade
Digital

E-commerce: Confira cinco dicas práticas de e-mail marketing para converter leads em clientes

A dica para que as empresas se comuniquem de forma mais assertiva é investir na automação de e-mail marketing

Por Vinicius Correa - 10/01/2022

Para elaborar um plano que funcione, o primeiro passo é entender que, ao ser gerado, o lead já interagiu de alguma forma com a marca, mas ainda necessita de maturação. “Todo o processo, da criação de uma campanha até que ele compre, passa pela nutrição deste contato. E isto deve ser feito de forma organizada, para preservar e criar uma relação que está só no início”, explica Vinícius Corrêa, CEO e fundador da Mailbiz. 
 
A primeira análise, segundo o especialista, é se perguntar quem é o público do negócio, qual o tipo de conteúdo ele gosta, qual mensagem quer passar e o que funciona efetivamente dentro do plano. 
 
“Sem essas respostas, tudo fica muito no campo das ideias e difícil de executar”, comenta. 
 
A partir disso, o Vinícius elencou cinco dicas práticas para aumentar a conversão de leads. 
 
Confira. 
 
Cause uma boa impressão
 
O primeiro contato precisa ser encantador. “É nele que você dará as boas-vindas. É a chance de causar uma boa impressão e se tornar referência para aquele cliente”, comenta Vinícius. Segundo ele, a ferramenta para este “encontro” é o e-mail marketing. “As pessoas aguardam a mensagem quando se inscrevem em algo que lhes desperte interesse. E isto tende a aumentar a taxa de abertura”, comenta. 
 
A dica para que as empresas se comuniquem de forma mais assertiva é investir na automação de e-mail marketing. “Ela permite que você acompanhe a jornada do cliente, do preenchimento do cadastro até o recebimento da news”, explica. 
 
Vamos às compras!
É importante incentivar o lead a ir às compras, segundo o especialista. Ele explica que é importante agradecer pela inscrição, mas também aproveitar a situação para oferecer um desconto ou alguma condição especial para que esta pessoa sinta vontade de adquirir o produto ou serviço. 
 
“Lembre que este cliente sabe o que deseja, você não. É preciso atender esta necessidade e um simples benefício pode ser o gatilho necessário para a conversão”, comenta Vinícius. 
 
Conheça este cliente
 
Por outro lado, ele destaca a necessidade de entender com quem a empresa se comunica. “Não faz sentido oferecer um kit de tratamento anti-queda de cabelos para alguém que tenha feito mechas no cabelo. É mais interessante oferecer produtos hidratantes e tonalizantes, por exemplo”. 
 
Para Vinícius, uma das formas de descobrir este tipo de informação é por meio de questionários. “Ao captar um e-mail, direcione-o para uma landing page e liste diversas informações, como, cor do cabelo, idade e outras informações”, comenta. 
 
Feito isto, explica, utilize a base de dados para qualificar os contatos e segmentar conteúdos. “Com isso, fica muito mais fácil escolher o melhor tipo de abordagem para cada perfil”. 
 
As regras da relação
 
Vinícius explica que a LGPD mudou algumas coisas e que é muito importante não ter nenhum contato “sujo” na base. “Parece óbvio, mas existem regras e enviar e-mails para quem não autorizou é arriscado”, explica. 
 
Além de correr riscos legais, o negócio perde em reputação e pode ter o seu servidor identificado como spam. “É preciso fazer um bom uso das informações e ser transparente na política de privacidade. Também é importante investir na segurança dos dados, principalmente aquelas lojas que trabalham com produtos mais sensíveis como farmácia e sex shop”, explica. 
 
Seja constante - e corrente
 
Por fim, Vinícius chama a atenção para o uso da ferramenta de e-mail marketing. Ele explica que as empresas não podem simplesmente tratar as comunicações como uma forma de divulgação de produtos. “É preciso ter um olhar de relacionamento. Quando quiser divulgar algo, faça sem pressão, de forma natural. Seja constante, coerente e estratégico”.  

Por: Vinicius Correa

Vinicius Correa é CEO na Mailbiz. Ajudo pessoas e negócios a crescerem através de melhores relacionamentos com seus clientes.