Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Publicidade

Privacidade como novo escopo da Big Data

Nossos sinais comportamentais podem ser contados na construção de uma estória onde os elementos se conjugam com dados quantitativos ou transacionais

Por | 17/10/2013

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Nos dias de hoje, podemos observar um novo posicionamento da criptografia, modificando seu papel desde a quebra no código de ética, onde se reflete respeitar a privacidade dos outros, esta sendo infringida diretamente pela NSA. Ao mesmo tempo, a criptografia assume como forte candidata para documentos de alta segurança, estes já implementados em grandes data warehouses internacionais visando assim proteger informações sigilosas tanto do lado dos negócios como do seu consumidor.

Adicionando neste cenário o potencial de agências de inteligência na contratação de hackers de elite e cientistas de dados, acompanhando esta tendência, professores como Jussi Parikka afirma como ofertamos a mineração de dados na economia da informação e replicamos sinais vitais de comportamento nas diversas extensões midiáticas.

De acordo com a nova pesquisa da GFK para o Guardian Changing Advertising Summit, foi constatado a relevância de que 81% dos consumidores serão clientes fiés desde que as empresas utilizem as informações pessoais de forma adequada e com permissão.

O posicionamento das empresas em relação ao investimento em gestão de dados tem aumentado constantemente, podendo chegar no valor de 50 bilhões de dólares. De acordo com a Economist Intelligence Unit, as empresas ainda buscam informações 66% na web, 46% nas redes sociais e 43% provenientes de etiquetas e códigos de barras. Neste cenário, as áreas mais beneficiadas são decisões estratégicas, marketing, atendimento ao cliente, novos produtos e recursos humanos.

Observando os movimentos provenientes de National Security Agency americana, onde cada dado comportamento pode ser monitorado podendo incluir 164 tipos de relacionamentos, ao mesmo tempo, empresas como BitTorrent estão fazendo uma campanha de conscientização sobre a importância da regulamentação na internet e a privacidade dos dados na rede.

Simultaneamente, novas startups estão crescendo no que se refere ao uso do social data, implementando algoritmos inteligentes em aplicativos, buscando interesses e amigos em comum anonimamente, como também, mecanizar comportamentos nos diversos âmbitos da vida pessoal e familiar.

Nossos sinais comportamentais podem ser contados na construção de uma estória onde os elementos se conjugam com dados quantitativos ou transacionais com dados altamente qualitativos e interpretados por sociólogos e antropólogos, visando usar ferramentas de análise preditiva trazendo o seu comportamento atual para o amanhã com necessidades programadas.

Por: Tatiana Tosi

Pesquisadora de tendências e comportamentos sociais digitais, com ênfase em Netnografia. Pós-Graduada em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (SP). Especialista em Inteligência Competitiva nas Redes Sociais pela Fundação Getulio Vargas (SP). Hoteleira, formada pela SHA Les Roches Management School (Bluche, Suíça).Professora de Netnografia ? Comportamento do Consumidor Digital nas seguintes cursos: MBA em Gestão Empreendedora em Marketing Digital ? B.I Internacional, Pós Graduação em Estratégias Digitais, Redes e Mídias Sociais ? Sustentare Escola de Negócios, Pós-Graduação em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais ? Senac São José dos Campos e Pós-Graduação em Marketing Digital e Negócios Interativos ? ILADEC Campinas.


Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss