Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Foco na recuperação

O ponto chave é manter a visão na recuperação em longo prazo. O tempo agora é de ajustar o negócio, repensar a estratégia e ser mais eficaz na gestão dos investimentos

Por | 06/09/2016

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Popular no dicionário atual do brasileiro, a palavra crise é repetida em praticamente todas as reportagens do noticiário diário. O fato é que a recessão prolongada na economia e os entraves políticos estão impactando todos os setores da indústria e do comércio, sem exceção. E como era previsto, o efeito da atual situação chegou também às feiras de negócios.

Os desafios são diferentes para cada segmento, uma vez que as feiras de negócios são em parte pautadas pela situação econômica de cada setor. A matemática é simples: com a necessidade de redução de custos, muitos empresários optam por redirecionar verbas que seriam utilizadas para a participação em eventos.

Para reverter o jogo é preciso o empenho dos organizadores de eventos corporativos em lembrar às empresas sobre os benefícios de tal investimento. As feiras de negócios são reconhecidas como grandes geradoras de negócio, capazes de reunir, em um curto espaço de tempo, uma quantidade importante de fornecedores e compradores em único lugar. Ou seja, se já está difícil atingir as metas de novos negócios via prospecção tradicional, pior ainda se as empresas mantiverem-se à margem da interação estratégica que ferramentas como as feiras de negócios permitem.

Um estudo da UBRAFE (União Brasileira dos Promotores de Feiras) em parceria com o portal Feiras Industriais mostrou que 56% dos participantes das feiras de negócios têm por objetivo captar novos clientes. É um universo considerável considerando que no Brasil são realizadas mais de 2.200 feiras de negócios por ano.

Outro desafio no horizonte dos organizadores de eventos é investir em soluções de comunicação e de marketing para aumentar a eficácia das feiras de forma a que os expositores e visitantes possam extrair o máximo da ocasião. Para tanto, a fórmula está em conseguir envolver todas as frentes durante o desenvolvimento do evento: as principais associações do setor, grandes marcas expositoras e potenciais compradores. Quando engajamos estes grupos de maneira profunda, somos capazes de gerar um sentimento de "dono do negócio", responsável por potencializar, e muito, o resultado de uma feira.

Exemplos como a Marintec South America - Navalshore 2016 e o Concrete Show, eventos orientados para a indústria naval e para a cadeia produtiva do concreto e da construção, são emblemáticos. Representantes de setores que vem sendo castigados pela recessão econômica, essas duas feiras vêm conseguindo consolidar sua importância estratégica para as empresas de cada uma das cadeias produtivas. Este ano, as companhias reafirmaram a confiança nos eventos e renovaram a participação, convictas no potencial de geração de negócios no exclusivo networking de cada uma das feiras.

Este comprometimento das empresas confirma minha convicção que, neste momento, o ponto chave é manter a visão na recuperação em longo prazo. Como sabemos, a economia é feita de ciclos, portanto, o tempo agora é de ajustar o negócio, repensar a estratégia e ser mais eficaz na gestão dos investimentos. O importante é manter o foco em parcerias de longo prazo.

Há um futuro promissor por vir, mas não sem um importante trabalho que tem sido desenvolvido desde agora: o de manter "a bola rolando" - encarar o cenário atual de frente, com otimismo e foco nos resultados.

Por: Renan Joel

Gerente da Marintec South America – Navalshore 2016 e do Concrete Show


Comentários

Artigos do autor:

Foco na recuperação



Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss