Trade Marketing, setor em expansão | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Trade Marketing, setor em expansão

Trade Marketing, setor em expansão

Por | 28/03/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Trade Marketing, setor em expansão
 
Por Sidney Porto*

Você já pensou em como é feita a arrumação das gôndolas de um supermercado, ou com que técnica é elaborada a exposição de um produto qualquer? Se a sua resposta foi algo relacionado à questões visuais, você acertou apenas a metade. Claro que o visual tem importância, mas tem também de vender o produto, atrair a atenção do consumidor, incentivar a compra, muitas vezes realizada por impulso. Quem nunca provou enquanto estava num supermercado daquele novo suco na gôndola ao fazer compras, ou mesmo deixou de experimentar aquele cafezinho com aroma diferenciado enquanto passava pela gôndola de.... café? Coincidência?

Esse setor da economia, conhecido como marketing no ponto-de-venda ou trade marketing, registra crescimento bem acima da média da economia brasileira. Somente no primeiro semestre de 2006 apresentou expansão acima de 10%.

A expectativa era fechar 2006 com 15%, considerando as festas de fim de ano, responsáveis por cerca de 20% do faturamento. De acordo com um levantamento do Popai Brasil (The Global Association For Marketing At Retail), instituição responsável pelo incentivo ao desenvolvimento das atividades de merchandising no ponto-de-venda, o setor movimentou mais de R$ 2 bilhões em 2005. Conforme a entidade, a promoção de um simples produto, entre ações de degustação, amostragem e/ou sorteio emprega cerca de 300 pessoas. O ponto-de-venda influencia a compra para cerca de 81% dos clientes.

Nossa empresa é um bom exemplo dessa realidade. Em fevereiro de 2004, contávamos com pouco mais de 300 funcionários, todos trabalhando em Belo Horizonte. Menos de três anos depois, já são quase 3 mil empregados em 12 filiais com atuação em todas as regiões brasileiras. Para 2007, os planos são audaciosos. A estimativa de crescimento é de 20% a 30%, abertura de novas filiais - no Rio de Janeiro ainda no primeiro trimestre e outra no Nordeste no segundo - e fechamento de contratos com novos clientes, cujas negociações estão em andamento.

Trata-se de um setor em franca expansão, que se beneficia da migração constante e crescente das verbas de marketing. Toda empresa que vende produtos ou serviços ao consumidor final, direta ou indiretamente, pode melhorar sua performance e aumentar seus negócios com o uso do trade marketing. A propaganda promove e é importante para quem quer ter uma marca conhecida e respeitada, mas quem vende e entrega o produto na hora é o ponto-de-venda.

Outra pesquisa do Popai revela que a grande maioria das pessoas escolhe o que levará para casa apenas no momento da compra. Menos de 15% dos clientes saem de casa sabendo exatamente o que irão comprar. A escolha acaba acontecendo dentro da loja para quatro em cada cinco itens adquiridos. Um bom trabalho de ponto-de-venda gera destaque e chama a atenção do consumidor, faz aparecer um produto dentro do universo da loja e assim torna-se um fator decisivo na guerra pelo mercado. O consumidor percorre as prateleiras com os olhos a cerca de 100km/h e consegue perceber apenas 10% do que está exposto à venda numa loja. E o que não é notado, não é comprado, já diz o ditado, não é mesmo?

Ainda é preciso considerar que o trade marketing não acontece somente com a exposição de produtos, mas fortemente também com as atividades de demonstração. Um bom exemplo são as vendas de celulares e eletrônicos. O setor emprega profissionais para atuar como consultores, escutando e interpretando os problemas do consumidor, tirando suas dúvidas e apresentando todas as opções disponíveis, com orientações sobre as melhores escolhas e formas de utilizar o serviço. Esse trabalho, muitas vezes, faz a diferença na escolha do consumidor da marca que irá comprar.

O conceito de trade marketing ganha importância cada vez maior para as empresas de produtos de consumo, que trabalham com canais de distribuição independentes, a partir das mudanças de comportamento do consumidor. O consumo é fortemente influenciado pelo ponto de venda nas grandes redes que, concentram cada vez mais poder econômico. Só para se ter uma idéia, no Brasil, a concentração de vendas nas cinco principais redes de varejo cresceu de 22%, em 1995, para mais de 40%, em 2005. Ocorreu uma ampla aplicação do trade marketing entre as empresas, o que denota um comportamento homogêneo.

A atividade de trade marketing é nova e pouco conhecida pelo mercado, entretanto todas as empresas de porte já possuem uma área destinada a esse tipo de negócio. Em pouco tempo, não haverá organização no mercado sem um ramo de trade marketing, o que aponta para uma continuidade do crescimento e das oportunidades de trabalho para o setor.

* Sidney Porto é publicitário e Diretor de Planejamento e Novos Negócios da Gerencial Brasil.

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Brasil é um dos principais mercados para diversidade em Marketing

Black Friday une empresas na Virada Black Liberdade

Discriminação de gênero é problema entre meninas da Geração Z

Centennials: o novo motor econômico para as marcas

Após 15 anos, Roberto Gnypek deixa McDonald’s

Consumo de disco de vinil aumenta no Brasil

Tinder abre espaço para criadores de conteúdo

7 dicas para impulsionar as vendas de PMEs na Black Friday

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss