Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Marcas fortes, só com grandes investimentos?

Por | 07/06/2006

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Marcas fortes, só com grandes investimentos?

Eduardo Muniz*

As empresas desejam cada vez mais construir marcas fortes, pois crêem que se vierem a possuí-las conseguirão uma vantagem perante seus concorrentes. Assim, não só alavancarão suas vendas como também conseguirão agregar valor aos seus produtos e serviços, justificando possíveis elevações de preços. Porém, acreditam tratar-se de projetos invariavelmente caros, que envolvem verbas exorbitantes, sobretudo em comunicação, acabando por protelá-los continuamente.

Uma marca bem posicionada, de fato, proporciona um significativo diferencial competitivo, impactando diretamente nos resultados do negócio. Contudo, esta repetida postura dos gestores, em geral é conseqüência da análise de um projeto de Branding que não considera as peculiaridades da categoria em questão, estabelecendo como parâmetros marcas que atuam em mercados que demandam grande notoriedade e com culturas de altos investimentos, de novo em comunicação, reforçando ainda mais esta imagem para tais iniciativas.

Desta forma, é de suma importância entender que há diferenças entre categorias e que um bom trabalho de construção de marca não resulta do intenso investimento em comunicação ou de uma estrondosa campanha publicitária. Ao invés disso, é essencial conhecer profundamente o seu segmento de atuação, seus consumidores e todos os públicos que possam apresentar alguma atuação relevante durante o processo de compra.

Conhecendo bem esses aspectos, torna-se possível o levantamento de todos os pontos de contato existentes entre a marca e seus públicos de interesse, proporcionando assim a elaboração de um trabalho detalhado, não somente no que tange a comunicação, mas todo o composto de marketing da marca. E, mesmo no aspecto específico da comunicação - a grande consumidora de verbas - possibilita-se o desenho de um plano criativo e muito mais assertivo.

Há alguns cases interessantes de construção de marcas com baixos investimentos em comunicação em mercados onde tradicionalmente isso não acontece, como BankBoston (recentemente negociado pelo Itaú) e Del Valle. Esta última, aliás, classificada como um bem de conveniência, poderia ser tida como imprescindível uma intensa campanha publicitária, inclusive dispondo de mídias de massa.

Em contrapartida, mercados como telefonia móvel e telefonia fixa, por exemplo, que respondem por altíssimos investimentos em comunicação, apresentam baixos índices de confiança por parte dos consumidores, quando comparadas a outras categorias, como mostra a pesquisa realizada pela ABA / Top Brands. Prova de que realmente é necessária alguma disponibilidade de recursos para a construção de uma marca, contudo, de nada adianta o quão abundante seja a verba se não houver precisão e consistência na sua aplicação, proporcionadas por um planejamento estratégico bem definido, etapa muitas vezes ignorada ou negligenciada pelas empresas.

Eduardo Muniz - Sócio Consultor DA Top Brands, Consultoria e Gestão de Marcas
Acesse: www.topbrands.com.br

Por: Redação








Comentários

Artigos do autor:

Livro traz coletânea de textos sobre o universo da inovação

Marketing de geolocalização é o tema de novo livro do IAB Brasil

Quatro tendências globais de beleza e cuidados pessoais para 2018

Seis tendências de Marketing de conteúdo em 2018

Natura &Co: Nova marca corporativa une Natura, Aesop e The Body Shop

Brasileiro teme compartilhar dados pessoais com empresas

Carros elétricos: uma tendência, múltiplos desafios

8 tendências de Marketing para o varejo em 2018

5 tendências em alimentos e bebidas para 2018

Brasileiros buscam economia em material escolar

Coca-Cola Brasil investe mais de R$ 1 bilhão em embalagens

Tendências em Digital e Mídia para 2018

Mundo do Marketing cria nova área com dicas de um minuto

Mercado brasileiro disputa varejo de conveniência

WGSN lista quatro tendências de consumo para 2018

TI e Marketing lideram a transformação digital

5 Tendências de Marketing para 2018

Shopping Crystal ganha mercado orgânico

2018: o ano do Marketing de Influência

Natal 2017: consumidor ainda mais maduro e compras moderadas

Gestores globais investem em tradução e localização para 2018

10 insights de mercado mais importantes de 2017

E-mail Marketing e o desafio da taxa de abertura baixa

Brasileiro busca serviço mais rápido e conveniente

Independência financeira é prioridade dos Millennials

7 estudos que tiveram destaque em 2017

Guia de Profissão Marketing Digital 2018

As 10 melhores ações de Marketing de 2017

10 fiascos de Marketing em 2017

10 pesquisas que tiveram destaque em 2017

Guia Salarial: profissional precisa se reinventar

Brasileiros estão mais conectados e desconfiados

Natal: Jornada de compra transita entre os universos digital e físico

Comércio eletrônico brasileiro deve crescer 10% em 2017

Black Friday: smartphones lideram intenção de compra

Como as campanhas de AdWords podem ajudar na Black Friday

Coca-Cola incentiva pequenos gestos em embalagens para o Natal

Petrobras faz reposicionamento para melhorar reputação da marca

Metodologia Lego para a prática do pensamento criativo

Bob’s inaugura loja 100% digital em Recife

Mais da metade das dívidas de brasileiros são por cartões de crédito

Três análises sobre mudanças que afetarão o Marketing até 2020

Empório da Papinha e Monama assinam fusão

Facebook lista 5 principais mudanças para 2020

Google lista 6 erros que as PMES não podem cometer na Black Friday

Case Volvo de Real-time Marketing

Gartner alerta: Transformação Digital exige agilidade dos gestores

Neurobranding: livro aborda conexão entre cérebros e marcas

Comunique-se faz pesquisa sobre Marketing de Influência

Natal 2017 terá mais personagens e menos Papai Noel



Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss