Artigos

Publicidade
Publicidade

O Incentivo e a economia global

Em artigo, Leandro Capozzielli comenta sobre o Encontro Brasileiro de empresas de incentivo

Por Redação - 12/12/2008

O Incentivo e a economia global

Por Leandro Capozzielli*

Não e muito difícil imaginar o que nos aguarda nos próximos anos. As melhores expectativas falam de três a quatro anos para uma recuperação real da economia. O que mais nos espanta não são as mudanças, mais sim a velocidade com que elas acontecem. Imaginamos que agora, mais do que nunca, o nosso universo será alterado por uma nova conjuntura, por novas necessidades e principalmente por novas realidades, isto quer dizer adequação.

Incentivar pessoas será mais do que nunca uma arma poderosa para o alcance dos objetivos traçados, lembrando que estes objetivos, serão revistos na sua grande maioria, para baixo. Grandes verbas de publicidade, já escassas, diminuirão ainda mais. Já as ações de promoção, Marketing Direto e Incentivo certamente contarão com um maior espaço no budget das empresas. Recentemente no EBEI, Encontro Brasileiro de empresas de incentivo, muito se debateu sobre qual será o futuro do incentivo e algumas opiniões prevaleceram:

Diminuição dos valores médios dos prêmios
Com a crise e a conseqüente queda nas vendas, as verbas de premiação diminuirão, pois elas usam um percentual do delta referente ao aumento das vendas para repassar como premio.

Migração dos modelos atuais de premiação para modelos de maior valor percebido, porém com menor custo
Quem não sonha em dar ao seu time vencedor uma viagem dos sonhos? A dificuldade esta na verba para tal ação. Ouviu-se muito no Ebei sobre um novo segmento que inicia suas atividades no Brasil, o de experiências, ações como um dia num SPA, um vôo de balão, um jantar gourmet, e por que não uma volta num Stock Car. Todas estas são ações tem um recall (tempo de permanência na lembrança do ganhador) muito alto, porém, com custos menores e maior praticidade para a empresa, uma vez que a duração delas não ultrapassa um dia ou no máximo um fim de semana.

Premiações caminhando para o mundo Mobile
O prêmio não pode ser mais caro que a sua entrega, com premiações de menor valor e, com o amplo mercado da telefonia celular, o mundo mobile surge como uma saída inevitável para a distribuição das premiações.

Regulamentação do Incentivo
A aprovação da Lei que regulamenta toda a atividade também esta próxima da sua aprovação total, isto contribuirá muito para o crescimento e solidificação deste segmento.

* Leandro Capozzielli é Diretor da Orange Soluções Integradas, holding voltada para o mercado de Marketing e comunicação, da qual fazem parte as empreas Infiniti Marketing, O Melhor da Vida, Orange Points e Minucom.

Por: Redação

Artigos do Autor