Como o Marketing pode trabalhar na crise? | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Como o Marketing pode trabalhar na crise?

Leia as respostas de Wagner Matheus

Por | 10/12/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Como o Marketing pode trabalhar na crise?

Por Wagner Matheus*

Já faz algum tempo que estamos assistindo a dificuldade que as áreas de Marketing das corporações vêm enfrentando para a aprovação de verbas para as campanhas, quer sejam elas, de relacionamento, fidelização, incentivo a vendas, promocional ou outras. Essa é uma árdua batalha travada entre o Marketing e a alta Direção das Companhias nos períodos de planejamento para o próximo ano fiscal, isso em tempos normais, fico imaginando como será ou como esta sendo este processo mediante à crise que está assolando todos os mercados financeiros mundiais. Em época de crise a primeira atitude a ser observada é um corte considerável no famoso "budget" do Marketing.

Por outro lado, vemos uma melhora significativa na capacitação dos profissionais de Marketing das Corporações e Agências envolvidas nessas ações e também a preocupação latente deles para estabelecer métricas claras e consistentes no objetivo de medir o Retorno do Investimento gasto em cada ação. Acreditamos que esta mudança já não era sem tempo, pois há muito observávamos ações sendo operacionalizadas sem ao menos ser estabelecido um plano de mensuração dos investimentos feitos.

Mas com a crise mundial e a escassez de dinheiro circulando no mercado corporativo, a expectativa, para o final de 2008 e 2009, não é das melhores. Com isso, mais uma vez acredito que a palavra de ordem para o próximo ano será de paciência e muita criatividade por parte dos profissionais envolvidos. Para tanto, mais uma vez, e em um intervalo de tempo muito curto, tais profissionais terão que se adaptar a um novo cenário, no qual eles serão cobrados em fazer cada vez melhor e com maior eficiência a elaboração do plano de Marketing, utilizando-se de um volume menor de investimentos.

Desculpem-me a insistência, mas 2009 realmente será o ano da CRIATIVIDADE. Com todo esse cenário mundial, sugiro que os profissionais de Marketing façam o seguinte exercício: iniciem o seu planejamento de Marketing, ação por ação, do final para o início. Ou seja, o começo seria o planejamento e a elaboração das métricas de mensuração do retorno de cada ação, possibilitando a análise do montante de investimento a ser aplicado. Acredito que assim que será mais fácil ter o seu investimento aprovado e também uma garantia maior de sucesso do trabalho.

*Wagner Matheus é Diretor Geral da TRD Marketing Solutions, especializada em Marketing Direto.

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

4 livros de Marketing para leitura de fim de ano

Como alavancar sua estratégia de Inbound Marketing

Black Friday deve crescer 13,3% em relação a 2017

Marcas se destacam ao antecipar Black Friday

Como fidelizar clientes após a Black Friday?

Brasil é um dos principais mercados para diversidade em Marketing

Black Friday une empresas na Virada Black Liberdade

Discriminação de gênero é problema entre meninas da Geração Z

Centennials: o novo motor econômico para as marcas

Após 15 anos, Roberto Gnypek deixa McDonald’s

Consumo de disco de vinil aumenta no Brasil

Tinder abre espaço para criadores de conteúdo

7 dicas para impulsionar as vendas de PMEs na Black Friday

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss