Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Consumidores e Chapeuzinho Vermelho

Para Dulce Alcione, as empresas devem surpreender seus clientes sempre

Por | 11/11/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Consumidores e Chapeuzinho Vermelho

Por Dulce Alcione Pinto*

Quando criança eu adorava a escola. Ela era como um forte seguro, uma extensão de minha casa. O que eu mais gostava de fazer eram os trabalhos valendo nota. Apesar de ser boa aluna, eles tinham o incrível poder de melhorar as notas. Isso era meio mágico porque era muito prazeroso fazer os trabalhos.

Cedo aprendi que para tirar boa nota não bastava o conteúdo do trabalho. Era preciso uma excelente apresentação, o que era ótimo, pois me dedicava muito para que a apresentação fosse sempre impecável. As professoras eram como os consumidores: o conteúdo é importante, mas a apresentação fundamental.

Uma de minhas brincadeiras prediletas era brincar de escola e foi assim que desde cedo treinei para ser professora e, é claro, tornei-me uma excelente consumidora. Assim como as professoras, sempre muito atenta ao conteúdo, sem nunca desprezar o lado estético.

Sempre fui uma observadora e talvez por esse meu lado, tenha escolhido a carreira de Marketing, sem, no entanto, afastar-me de meu lado professora. Comecei a dar aula aos 24 anos de idade. Adoro dar aulas, palestras e treinamentos.

Uma das coisas que muito influenciaram minha formação foi o antigo copo de milk-shake do Bob´s. Era mágico e encantador porque unia o excelente conteúdo a uma forma inusitada. Dentro dele vinha uma das grandes delícias que meu paladar de criança identificava. Mas o copo do milk-shake era em si uma grande alegria. A forma de seu fechamento fazendo uma estrela na ponta, grampeada manualmente para o produto não vazar, fazia que fosse excitante abrir o copo.

Outra grande influencia veio das promoções de verão dos picolés da Kibon. Era tão fascinante encontrar um palito premiado, que dava direito a outro picolé, que isso fazia com que o palito premiado fosse tão divertido quanto chupar o picolé. Portanto bem cedo aprendi que uma promoção pode aumentar em muito o consumo de um produto, basta que ela seja atraente para o seu público-alvo, porque consumidores adoram ganhar alguma coisa.

Certo dia eu estava na sala de minha casa com meu irmão mais novo quando minha mãe, sempre muito atarefada, nos informou estar indo fazer algo específico e, de repente, desviou-se para um canto da sala e rapidamente concentrou-se no novo foco de sua atenção. Meu irmão, super espirituoso, imediatamente falou: já reparou que a mamãe parece a Chapeuzinho Vermelho, está sempre se desviando de seu caminho?

Na hora achei engraçado, mas na verdade essa se tornou uma forte influência em minha vida, pois a partir daquele momento passei a observar o quanto as pessoas têm a tendência de se desviarem de seus objetivos, quando algo que lhes parece mais atraente chama a atenção.

Um dia estava em Salvador fazendo uma palestra para 200 profissionais quando, do fundo da sala, veio um rapaz da limpeza trazendo uma mesinha de apoio, pelo canto esquerdo. Chegando ao palco silenciosamente subiu, colocou-a ao meu lado e se retirou. Naqueles 30 segundos em que isso aconteceu tenho certeza de que se eu tivesse continuado a falar, 90% das pessoas não teriam me ouvido. Naquele momento o inusitado chamou mais a atenção dos participantes do que o próprio motivo deles estarem ali.

Assim são os consumidores, gostam de serem surpreendidos e se a surpresa for agradável, ficam absolutamente encantados.

Consumidores não gostam de ser enganados ou de se sentirem prejudicados. Consumidores querem ter a sensação de serem especiais e importantes.
Consumidores tendem a ser fiéis se perceberem que sua escolha é a melhor opção, afinal consumidores adoram sentir que são inteligentes.

As empresas nem sempre percebem que por trás de cada consumidor há uma história diferente, especial e melhor do que a do outro. Essas empresas muitas vezes tentam provar o tempo todo que sua história é mais interessante que a de seus consumidores e falam muito de si. Mas os consumidores não querem ouvir, eles querem ser ouvidos.

As empresas em geral conhecem o melhor caminho para falar com seus consumidores, mas às vezes acham esses meios simples demais e preferem complicar para mostrarem importância e acabam confundindo os consumidores.

A relação entre empresa e cliente não precisa ser complicada, não precisa ser estressante, pode ser fácil e leve. Basta que as empresas apresentem belas formas, com conteúdo de qualidade. Que façam mimos especiais para o cliente se sentir especial. Que surpreendam seus clientes para que eles não desviem o olhar para o concorrente. Afinal, muitas vezes o atalho é tão atraente que nos esquecemos do que íamos fazer exatamente.

* Dulce Alcione Pinto é diretora da COMARC Projetos e Treinamento Empresarial, especialista em Comportamento do Consumidor e Gestão de Marcas, foi Diretora da Divisão Prestígio da L´Oréal, da Divisão Consumo da Farmacêutica Schering-Plough e do Grupo Cosmético Aroma do Campo. É Professora da Pós-Graduação da FACHA. E-mail: comarc@centroin.com.br

Por: Redação








Comentários

Artigos do autor:

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo

Brasileiros que vivem de forma leve sentem mais prazer na vida

Masculinidade: como os homens tem se comportado

Nescau incentiva a inovação em exposição de produtos

O valor das marcas patrocinadoras da Copa e da Seleção Brasileira

Itaú é a marca mais mencionada no Twitter sobre Copa2018

Millennials ganham atenção do mercado de luxo

VidCon 2018: Youtube aposta em novas ferramentas

Restaurantes com promoções durante a Copa do Mundo são mais atrativos

Clientes estão muito mais exigentes, aponta Salesforce

Nescau convida consumidores de Toddy a torcerem junto pela seleção

Principais bancos do Brasil se unem e criam fintech

Coca-Cola é a patrocinadora mais lembrada da Copa do Mundo 2018

Google cria ferramentas para PMEs usarem na Copa e Dia dos Namorados

Editora cria palavras cruzadas com memórias de quem tem Alzheimer

Marcas patrocinadoras do futebol pegam carona com a Copa do Mundo

Hábitos e desejos de compra para a Copa do Mundo de 2018

Reputação diante dos provedores garante alta taxa de entregabilidade

Tecnologia e criatividade impulsionam valor das marcas

Skol muda nome e convoca marcas a se unirem pela causa LGBTQ+

Transformação tecnológica: por que tantas percepções diferentes?

Mobile continua forte na América Latina

Perfil dos gamers brasileiros: mulheres são maioria

Vilma, Grupo Zap e Herbalife se reposicionam no mercado

Saiba quais são as remunerações para quem atua em TI no Marketing

Dia das Mães: expectativa de boas vendas no e-commerce

Centennials buscam presente para o Dia das Mães nas redes sociais

Marketplace impulsiona vendas no e-commerce

Beauty Fair cria campanha de empoderamento pessoal

Apas Show 2018: veja o resumo do primeiro dia

7 dicas para os lojistas faturarem mais durante o Dia das Mães

Como a Inteligência Artificial pode interferir na jornada de compra

O Boticário apresenta novo modelo de loja em Salvador

Brasileiros buscam alimentação saudável sem radicalismos

Mauricio de Sousa e Dedé Santana fazem parceria para criação de circo

Mulheres mudam prioridades de vida após empoderamento

Por que bancos, serviços e varejo estão entre marcas mais valiosas?

Engajamento é fundamental para o sucesso do e-mail marketing

Santander cria serviço de transferência internacional com blockchain

Empresas consideram dados na definição da estratégia de negócios



Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss