Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Publicidade

Melhore suas campanhas digitais através da co-registration

Por | 05/09/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Melhore suas campanhas digitais através da co-registration

Por Ricardo Ramos*

Prática que consiste em compartilhar entre parceiros os cadastros obtidos em pontos de contato com o cliente, a co-registration pode trazer ótimos resultados para os negócios de sua empresa. No entanto, ela ainda precisa ser melhor trabalhada para sobreviver às mudanças jurídicas que caminham para aprovação no Congresso Nacional e regulamentam a comunicação por email.

Trabalhar melhor a co-registration é necessário, pois, em teoria, este compartilhamento de dados confidenciais só ocorre mediante autorização explícita do cliente, que concorda em ter suas informações pessoais utilizadas por terceiros. Porém, mesmo com a autorização, outros cuidados devem ser tomados - e isso nem sempre acontece na prática - para garantir a segurança dos dados e impedir que seu programa de relacionamento fracasse.

Compartilhar dados confidenciais não significa simplesmente enviar, aos seus parceiros de negócio, a base dos clientes cadastrados que optaram por receber informações de terceiros. Você precisa se esforçar para oferecer conteúdo agregado e relevante a quem comprar os dados. Para isso, é necessário estudar o perfil comportamental e obter de maneira sucinta as preferências do seu cliente, para oferecer-lhe aquilo que o seu concorrente não oferece, criando um vínculo cada vez maior e formando ótimos advogados de marca.

Do contrário, você não terá o controle sobre periodicidade, relevância e opt-out que são pontos fundamentais quando se trabalha com esta prática. Imagine que um cliente solicite não mais receber determinada newsletter enviada por seu parceiro, proveniente deste procedimento incorreto da co-registration, como entender o que o cliente não quer mais receber? O pedido para descadastramento restringe-se a newsletter recebida, a todas newsletters de parceiros ou a todas suas newsletters.

Para preencher as expectativas e não desagradar ao seu cliente, crie canais de comunicação separados, dos quais sua empresa seja responsável pelo gerenciamento. O conteúdo de parceiros deve ser enviado por você, utilizando sua marca e identidade visual. Desta forma, seu cliente se lembrará de que somente recebe um determinado conteúdo porque o solicitou no site de sua empresa. Ao criar uma comunicação em formato de recomendação, sua empresa, além de seguir boas práticas, cria uma relevância muito maior para o produto ou informação oferecida.

Este formato centralizado para comunicação entre parceiros e clientes evita ainda a perda de opt-ins por causa do envio exaustivo de comunicados e pedidos de descadastramentos mal interpretados. Quando se trabalha com canais de comunicação independentes, o seu cliente consegue, de maneira ciente, realizar o opt-out do canal que não lhe convém. Pode optar por não mais receber conteúdo de seus parceiros, mas continuar recebendo conteúdo de sua empresa.

O cuidado com os dados pessoais dos clientes não deve ser um aspecto secundário das suas atividades. Representantes de diversos setores ligados à viabilidade da comunicação por email discutiram recentemente as normas para a formalização da lei brasileira contra o spam, que pode entrar em vigor no próximo ano. O projeto de lei prevê pena de prisão e multa a quem infringir as normas estabelecidas e fizer contatos de forma inadequada.

Em uma crônica, Marcelo Ortega, palestrante internacional com foco em assuntos como negociação, comunicação eficaz e liderança inteligente em vendas, disse que "o maior concorrente de uma empresa é a falta de informação do cliente." É a mais pura verdade, não apenas pela importância da segmentação e relevância em nossa perspectiva da comunicação digital, mas também pelo fato de ser preferível não enviar um conteúdo sem relevância, apenas para cumprir cronogramas.

É amplamente sabido que um cliente leigo pode solicitar o opt-out de qualquer  comunicação que não for de seu interesse. Entretanto, esse mesmo cliente certamente deseja receber conteúdos adequados ao seu perfil pessoal. Com isso em mente, se esforce para gerir o fluxo de dados de forma que os contatos sejam proveitosos para todos: você, seus parceiros e os clientes cadastrados.

*Ricardo Ramos é CIO da Virid Interatividade Digital, empresa especializada em soluções e serviços de email marketing. ricardo@virid.com.br

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo

Masculinidade: como os homens tem se comportado

Brasileiros que vivem de forma leve sentem mais prazer na vida

O valor das marcas patrocinadoras da Copa e da Seleção Brasileira

Nescau incentiva a inovação em exposição de produtos

Itaú é a marca mais mencionada no Twitter sobre Copa2018

Millennials ganham atenção do mercado de luxo

VidCon 2018: Youtube aposta em novas ferramentas

Restaurantes com promoções durante a Copa do Mundo são mais atrativos



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss