Comunicando Experiências ou Experienciando Comunicação? | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Comunicando Experiências ou Experienciando Comunicação?

Eric Eustáquio escreve sobre Marketing de Experiência

Por | 19/05/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Comunicando Experiências ou Experienciando Comunicação?

Por Eric Eustáquio*

"O mundo mudou, as pessoas mudaram e a comunicação também está mudando." Esta frase tornou-se um tanto quanto piegas no cenário atual da comunicação. É uma frase linda, quase poética. Mas o que ela quer dizer realmente?

Fato: o mercado de comunicação está se reformulando. Os novos anseios do público geraram novas demandas por parte dos anunciantes. Cada vez mais as pessoas querem experimentar comunicação e comunicar experiências. Mídias tradicionais ganham mais força e se completam com formas "experienciais" de comunicação. É preciso ir além e integrar o tradicional ao inusitado e, mais importante ainda, a uma idéia que envolva o consumidor e o faça pensar: "disso eu quero fazer parte". A comunicação precisa ser cada vez mais dinâmica, participativa, interativa.

As experiências são inerentemente pessoais, existem somente na mente de cada indivíduo que se envolveu em nível emocional, físico, intelectual ou até mesmo espiritual. Duas pessoas não podem sentir da mesma forma uma experiência, pois cada experiência deriva de um momento de interação entre um determinado evento ou vivência e o estado mental individual do participante.

Essa visão do Marketing vem para casar as formas tradicionais de comunicação com vivências memoráveis, experiências marcantes que ficarão para sempre na lembrança do consumidor. Ligar emocionalmente público e marca, fixando-a na mente e no coração do consumidor como principal responsável por aquela experiência única vivida.

Contudo, e principalmente, estas experiências precisam ser impactantes, ou, como diz o autor Seth Godin, verdadeiras "vacas roxas". Cada contato com o consumidor deve ser pensado como uma oportunidade de gerar experiências inesquecíveis.

A comunicação precisa ser inusitada, precisa surpreender. Precisamos buscar "novidades perpétuas", que por si só serão transmitidas boca-a-boca, seja no formato que for. O objetivo deve ser transformar o posicionamento da marca em algo a ser vivido, experimentado.  Só assim o consumidor fará questão de comunicar a experiência vivenciada, disseminando a mensagem, a idéia, a marca enfim.

* Eric Eustáquio é Sócio e Diretor de Planejamento Criativo da agência Inusitada Marketing de Experiências. Com colaboração de Tiago Sitônio, Sócio e Diretor de Criação Estratégica da Inusitada Marketing de Experiências.

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Brasil é um dos principais mercados para diversidade em Marketing

Black Friday une empresas na Virada Black Liberdade

Discriminação de gênero é problema entre meninas da Geração Z

Centennials: o novo motor econômico para as marcas

Após 15 anos, Roberto Gnypek deixa McDonald’s

Consumo de disco de vinil aumenta no Brasil

Tinder abre espaço para criadores de conteúdo

7 dicas para impulsionar as vendas de PMEs na Black Friday

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss