Em Casa de Ferreiro...o espeto é de Pau! | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Em Casa de Ferreiro...o espeto é de Pau!

Em Casa de Ferreiro...o espeto é de Pau!

Por | 06/02/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Em Casa de Ferreiro...o espeto é de Pau!

Por Rafael Villas Boas*

Nunca fui muito entusiasta dessa expressão. No meu rol de ditados populares ela comunga do mesmo status da máxima "o ótimo é inimigo do bom". São aforismos acomodados que nos remetem à conveniência, a preguiça e a letargia.

O "ótimo" é melhor que o "bom"!!!!!  E ponto. Quer fazer o "bom" (apenas o bom) com medo do esforço do "ótimo": faça-o. Mas faça-o bem longe de mim! E se na casa desse "Ferreiro" o espeto é mesmo de pau, ele deve ser um péssimo artífice do ferro. Na melhor das hipóteses um marceneiro regular. Enfim, não o contrataria nem para uma coisa nem para outra...

Os profissionais de marketing são um pouco como o "Ferreiro", da célebre expressão, frustrado com seu "Espeto de Pau". Bufões da imagem, falastrões das marcas sólidas, quando mal conseguem cuidar do seu quintal. Falam de posicionamento quando sequer conseguiram legalizar sua atividade. Somos uma categoria sem nome, é fato!

Às vezes somos publicitários, em outras administradores, pesquisadores e estatísticos, relações publicas e designers. Promiscuamente transitamos entre as ciências e as doutrinas. Somos os ronins da gestão. Samurais sem causa defendendo bandeiras de ocasião.

A profissão é multidisciplinar. Talvez resida nesse fato o distúrbio de personalidade que acomete os trabalhadores da área. A esquizofrenia nasce no nome da profissão ou na ausência de um nome que se preze.

De um lado usamos a expressão "profissionais de marketing". Os Profissionais de Marketing estão para o mercado, como as Profissionais do Sexo estão para o amor. Doravante somos chamados jocosamente de Marqueteiros. Pior impossível. Ou talvez pudesse ser. Com esforço eu nos batizo: Marquetistas!

"Istas" e "Eiros" são sufixos que designam profissões, chamados na língua portuguesa de agentivos. A oposição entre os dois estaria vinculada ao status. Dessa forma, os agentivos em "-ista" designariam profissões de maior prestígio sócio-cultural ao passo que os agentivos em "-eiro" designariam ocupações de pouco ou nenhum prestígio e, até mesmo, marginalizadas.

Especialista e Dentista são "istas" e biscateiro é "eiro", assim como o é o "marketeiro". A história do nome está relacionada à história da atividade em nosso país. Segundo nos esclarece o Prof. Marcos Cobra, no Brasil da década de 1950, não havia ainda profissionais de marketing.

"Quando a pioneira Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP) da Fundação Getúlio Vargas, em 1954, introduziu o conceito de marketing, o fez aportuguesando a expressão para "mercadologia", fato que logo foi acompanhado pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo. Com o passar dos anos, no entanto, o termo em inglês ganhou força e a própria EAESP acabou abandonando o neologismo e adotando o termo em inglês para a disciplina que estuda as complexas relações entre consumidores e produtores de bens e serviços. Isso aconteceu no final dos anos de 1990".

Vamos levantar uma bandeira pela profissão!

Ok! Qualquer substantivo é melhor que "mercadólogo" e o destino nos poupou de sermos todos "mercadologistas".

Acertaram ainda a pouco o nome da profissão, mas esqueceram-se dos profissionais. Eu defendo e chamo para mim a causa da forma de tratamento adotada ser aquela utilizada por nossos irmão lusitanos. Em Portugal somos Marketeers.

Marketeers. Não Musqueteers. Ainda que por vezes...

* Rafael Villas Bôas, jornalista com MBA em Marketing pela FGV, é Gerente de marketing do Centro Universitário Radial, em São Paulo. E-mail: rafa_villas_boas@hotmail.com

Leia também
Regulamentação do profissional de marketing é arquivada
Precisa-se de diploma em Marketing?

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Brasil é um dos principais mercados para diversidade em Marketing

Black Friday une empresas na Virada Black Liberdade

Discriminação de gênero é problema entre meninas da Geração Z

Centennials: o novo motor econômico para as marcas

Após 15 anos, Roberto Gnypek deixa McDonald’s

Consumo de disco de vinil aumenta no Brasil

Tinder abre espaço para criadores de conteúdo

7 dicas para impulsionar as vendas de PMEs na Black Friday

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss