Endomarketing na Venda Direta | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Endomarketing na Venda Direta

Endomarketing na Venda Direta

Por | 14/02/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Endomarketing na Venda Direta

Por Marcelo Alves*

Assistindo à primorosa adaptação cinematográfica do best-seller "O Perfume", percebi a importância de uma ação de endomarketing promovida no início da década de 1990 por uma empresa de cosméticos na qual trabalhei. Naquela época, na prática corporativa e em empresas nacionais, o assunto ainda era muito novo. Tratava-se então de uma estratégia arrojada, adotada prioritariamente por empresas bem estruturadas e capitalizadas, dado seu aspecto conceitual inovador e que dependia de algum preparo interno dos colaboradores para se envolverem e desfrutarem de fato da proposta do endomarketing.

O conceito de endomarketing, como praticamente todas as pessoas hoje ligadas à área de marketing devem conhecer, pode ser sintetizado como o conjunto de ações de marketing voltadas ao público interno de uma empresa. Dentre os vários benefícios e objetivos possíveis, podemos destacar o de que um determinado produto seja primeiramente "comprado" dentro da empresa, para então ser lançado no mercado com o respaldo decorrente da aprovação e envolvimento dos colaboradores internos no "nascimento" desse produto.

Naquela época, uma executiva da gerência de produtos ousou inovar na estratégia de lançamento de perfumaria ao adotar o endomarketing como processo prévio ao lançamento de campo. Ela resolveu agregar um bloco de capacitação "técnico-conceitual" às reuniões de vendas que acontecem a cada três semanas, antecedendo a abertura das Campanhas de Venda. Nesse bloco das reuniões foram introduzidos assuntos até então jamais discutidos com as equipes comerciais (promotoras e gerentes de vendas), como, por exemplo, harmonia de cores para maquiagem, conceito de família olfativa e notas de saída, corpo e fundo em perfumaria (especificamente, o que o filme me fez recordar...). Para isso, se estruturou todo um novo fluxo no processo, o que em venda direta se torna muito mais desafiador, pois obriga que seja prevista a complicada incorporação do cronograma da área comercial na agenda de desenvolvimento e lançamento de produtos.

É fundamental que se entenda o impacto que uma estratégia de endomarketing representa dentro de uma empresa de venda direta, em duas frentes importantes:

1) Aderência e empatia da equipe de vendas ao novo produto. Pois ser comunicado antes da abertura de vendas sobre fatores como o conceito intangível do produto, sua estratégia de posicionamento de preços, o mercado concorrente, seus benefícios (princípio ativo, família olfativa, etc...) e a entrega de recursos adicionais para argumentação e apoio a vendas (como sampling, mostruários, folhetos, set de harmonia de cores, fitas olfativas e a correta orientação de como utilizar estes recursos) agrega um alto teor de satisfação e compromisso das equipes para com esse produto. É, na prática, municiar e treinar bem um exército ANTES de cada batalha (no caso, as campanhas de vendas);

2) Exigência de extrema organização e consistência dos processos administrativos, de comunicação e de logística da empresa, para que seja possível conceber os produtos respeitando o cronograma de Campanhas de Vendas e os prazos decorrentes. Com isso, lançar os produtos internamente com a necessária antecedência que permita ter os itens e seu material de comunicação prontos e fisicamente disponíveis a tempo de serem incluídos nas remessas de material de apoio e reuniões de setores de venda. Chegando ao nível de poder administrar a agenda do pessoal de produtos para que estejam presente nos eventos-chave que antecipam os lançamentos em cada praça de vendas.

É bom que se registre que nessa segunda frente, no caso da empresa que estou citando — há cerca de 15 anos atrás ainda nem era tão bem organizada e consistente àquela época —, houve um comprometimento e esforço de superação das adversidades técnicas, de cronograma e de orçamento, através do trabalho conjunto de uma verdadeira força-tarefa para concretizar o projeto e viabilizá-lo internamente, dada sua importância estratégica para criar o diferencial competitivo perante os concorrentes. Houve também a consciência das demais áreas envolvidas de que isso significaria ter uma força de vendas mais forte em termos de recursos e argumentos de venda, sem falar na preciosidade de seu feedback experiente em relação aos produtos e seus detalhes como composição, foco de mercado, embalagem , material de apoio, preços... antes da abertura de vendas ao consumidor!

O endomarketing criou um novo ciclo de produtividade envolvendo mais as áreas técnicas e de produtos com a área de vendas (até então desconectadas), estabelecendo uma via de mão dupla e uma sinergia real e efetiva nos processos dessa empresa, que perdura até hoje e que alavancou seu posicionamento — no caso, não só perante o mercado, mas perante seu público interno, obviamente!

Portanto, é importante para quem atua em venda direta avaliar seriamente a importância de considerar seu público interno em seus planos de lançamento de produtos, como uma forma transformadora e sólida de agregar poder à sua Força de Vendas, fidelizando-a e comprometendo-a de forma real nos resultados de cada campanha. Obviamente, como demonstrado aqui, é fundamental preparar seus processos internos para fazê-lo de forma sistemática e produtiva, mesmo que haja poucos recursos para tal. É mais uma questão de liderança e comunicação do que de dinheiro.

"Venda dentro antes de vender fora". A empresa só tem a ganhar com essa estratégia!

* Marcelo Alves é diretor de marketing da DirectBiz Consultants, consultoria especializada em Venda Direta. E-mail: alves@directbiz.com.br 

Acesse
www.directbiz.com.br

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Black Friday une empresas na Virada Black Liberdade

Discriminação de gênero é problema entre meninas da Geração Z

Centennials: o novo motor econômico para as marcas

Após 15 anos, Roberto Gnypek deixa McDonald’s

Consumo de disco de vinil aumenta no Brasil

Tinder abre espaço para criadores de conteúdo

7 dicas para impulsionar as vendas de PMEs na Black Friday

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo

Brasileiros que vivem de forma leve sentem mais prazer na vida



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss