Responsabilidade Social: Vale a pena investir? | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Responsabilidade Social: Vale a pena investir?

Responsabilidade Social: Vale a pena investir?

Por | 06/11/2006

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Responsabilidade Social: Vale a pena investir?

*Gisele Lisboa

Um dos maiores desafios das organizações, quiçá o maior, é vencer a aparente contradição entre a sobrevivência e o crescimento sem descuidar da humanização do trabalho e do resgate da dignidade da população que o cerca. Quando o trabalho é feito com carinho, dedicação e respeito, o resultado por si só já compensa todo o investimento feito em cada ação.

A Responsabilidade Social começa pelo respeito que a organização repassa à sociedade. Mais do que isso, as ações de responsabilidade social podem representar fontes de incentivos para que as organizações tornem-se ainda mais competitivas. Entre outros aspectos, podemos citar: Maior valor agregado à imagem da empresa, à marca e aos produtos e serviços. A empresa passa a ser mais admirada pelos consumidores atuais e potenciais e pela comunidade. Maior motivação de seus funcionários. Os funcionários percebem que trabalham para uma empresa que se preocupa realmente com o bem-estar social e podem ampliar o exercício da cidadania.  Maior capacidade de obter recursos necessários e conhecimento. As pessoas desejam trabalhar em organizações deste tipo. Conseqüentemente, essas empresas são mais capazes de atrair profissionais melhor preparados.

Mas, o que as organizações não podem confundir é: estratégia de marketing com responsabilidade social. As estratégias de marketing são criadas pelas organizações e uma de suas finalidades é a geração de lucros, as ações socialmente responsáveis não têm o lucro como objetivo. O que tem acontecido, na prática, é maior interesse dos consumidores a participação das instituições nas causas sociais, o que acaba gerando um maior número de adeptos a um determinado produto que tenha sua marca associada a projetos socialmente responsáveis. Isto agrega força positiva e valoriza a identidade empresarial, mas não pode ser visto como um instrumento visionário de lucro.

Assim, a sociedade brasileira cada vez mais vem vencendo velhos desafios, como: a luta pela diminuição da desigualdade sócio-econômica, pela garantia a educação e saúde, pela proteção aos direitos de expressão das minorias, entre outras. Nesse contexto, as organizações primam por cada vez mais engajar-se com qualidade, aperfeiçoar seus produtos e processos e consolidar seus valores, visando à valorização de seus relacionamentos.

O desenvolvimento de uma nação não depende somente de mudanças e avanços na área econômica, mas de um reequilíbrio dos desafios sociais e da distribuição de renda. Só através de uma conduta responsável é possível enxergar que as ações sociais devem nascer de uma visão profunda da relação de interdependência entre "governo-empresa-homem-meio-ambiente".

Com todas estas novas metodologias as empresa assumiram o papel de principal agente de transformação da sociedade, e a cada dia vem assumindo novas posturas. Afinal, ser reconhecida como uma empresa ética e socialmente responsável é algo curricular.

*Gisele Lisboa é Vice-presidente Executiva ADVB e Coordenadora do Prêmio Top Social ADVB.
Acesse: www.advbrio.com.br

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Gas Natural Fenosa passa a se chamar Naturgy

Brasileiros dão mais atenção à qualidade do que ao preço

9 tendências de consumo entre brasileiros

4 livros de Marketing para leitura de fim de ano

Como alavancar sua estratégia de Inbound Marketing

Black Friday deve crescer 13,3% em relação a 2017

Marcas se destacam ao antecipar Black Friday

Como fidelizar clientes após a Black Friday?

Brasil é um dos principais mercados para diversidade em Marketing

Black Friday une empresas na Virada Black Liberdade

Discriminação de gênero é problema entre meninas da Geração Z

Centennials: o novo motor econômico para as marcas

Após 15 anos, Roberto Gnypek deixa McDonald’s

Consumo de disco de vinil aumenta no Brasil

Tinder abre espaço para criadores de conteúdo

7 dicas para impulsionar as vendas de PMEs na Black Friday

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss