Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Publicidade

Marketing e a Responsabilidade Social

Marketing e a Responsabilidade Social

Por | 07/11/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Marketing e a Responsabilidade Social
 
Por João Baptista Sundfeld*
 
A responsabilidade social tem sido tratada mais como uma ação corporativa. Porém, a forma ideal para atingirmos o objetivo seria divulgarmos que a ação social pode e deve ser abrangente e incluir a maioria da população. Nem sempre a ação social necessita o emprego de dinheiro. A solidariedade entre os seres humanos é um valor cultural que precisa ser difundido na educação das pessoas desde a mais tenra idade.

O filósofo grego Sócrates também acreditava que os indivíduos deveriam cultivar um forte caráter e desenvolver muitas virtudes pessoais e a solidariedade é, indiscutivelmente, uma grande virtude. Analisando a palavra "responsabilidade" constatamos que é definida como estado, qualidade ou um dever que inclui o que eticamente significa ser encarregado do bem - estar de outra pessoa. Implica também na habilidade para agir sem orientação ou autoridade superior, por conta própria. Portanto, a responsabilidade social deve ser entendida como produto de todos os indivíduos de uma comunidade e não somente por ações de governos ou empresas.

Recentemente, falando sobre o assunto para um auditório composto por jovens moças e rapazes de classe de renda elevada, perguntei o que pensavam sobre as declarações de visão futura, missão e valores, apresentadas pelas empresas em seus planos de gestão e afixadas nas recepções de escritórios e áreas industriais. A maioria desses jovens - cerca de 80% - mostrou-se incrédula quanto à eficácia dessas declarações, ou seja, colocando em dúvida se a empresa, de fato, pratica o que escreveu ou trata-se apenas de marketing social, para convencer os clientes de que a empresa está consciente de seu papel perante a sociedade.
 
Essa desconfiança da juventude não é gratuita já que vimos assistindo, em todo o mundo, a desintegração de valores morais, éticos e religiosos. Um funcionário da CIA americana foi preso porque foi corrompido e sua ganância apontou para a execução de quase uma dúzia de valiosos agentes na época da guerra fria entre Estados Unidos e a União Soviética. Fraudes no sistema social em vários países, inclusive no Brasil, demonstram que é real e crescente a falta de escrúpulos de políticos e dirigentes nos quais a sociedade depositava confiança.

Pessimismos à parte, consideramos que as iniciativas empresarias demonstrando ações adequadas para com a responsabilidade social, fazem sentido em duas vertentes. A primeira é divulgar ao mercado as boas ações envolvendo suas marcas com inegável caráter de campanhas publicitárias e, a segunda vertente atinge o alvo quando divulgam ações como a aplicação de recursos na educação e formação especializada para jovens de poucos recursos financeiros, apoio a campanhas de vacinação e uso de fármacos sob controle médico, uso de papéis reciclados e outras de reconhecido valor social.
         
As reações da sociedade revelam-se adequadas quando se sabe da existência de 250 mil organizações voltadas para obras sociais, segundo dados da Rede de Informações do Terceiro Setor - Rits. Concluindo, cremos que o apoio às iniciativas para que a responsabilidade social seja enfatizada nas famílias, nas escolas e nos ambientes empresariais, seja o caminho certo para tornar as pessoas íntegras e para aumentarmos os valores que dignificam o ser humano.
 
* João Baptista Sundfeld é economista, pós-graduado em marketing, mestre em educação pela PUC-SP e professor na ESPM, PUC e USP. É consultor em gestão empresarial da Sundfeld & Associados.

Acesse
www.sundfeld.com.br

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo

Masculinidade: como os homens tem se comportado

Brasileiros que vivem de forma leve sentem mais prazer na vida

O valor das marcas patrocinadoras da Copa e da Seleção Brasileira

Nescau incentiva a inovação em exposição de produtos

Itaú é a marca mais mencionada no Twitter sobre Copa2018

Millennials ganham atenção do mercado de luxo

VidCon 2018: Youtube aposta em novas ferramentas

Restaurantes com promoções durante a Copa do Mundo são mais atrativos

Clientes estão muito mais exigentes, aponta Salesforce

Nescau convida consumidores de Toddy a torcerem junto pela seleção



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss