Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

O Consumidor do VER: A Evolução Virtual do TER

O consumidor do VER: a evolução virtual do TER

Por | 18/10/2006

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O Consumidor do VER: A Evolução Virtual do TER

*Edu Oliva

Por um longo tempo nesse século que passou, o assunto Ser e Ter fez a pauta da reflexão crítica e o mais interessante é que não se imaginava qual seria a palavra-consenso que resultaria dessa reflexão. Uns imaginavam que a Sociedade Pós-moderna privilegiasse o Ser depois de uma época marcada pela estrutura capitalista do Ter, outros imaginavam que o Ter continuaria na pauta mesmo esvaziado de substância mas como novo falso paradigma de um século que se aproximava.

Mas o que ninguém, esperava era que o Ver estava a correr por fora da pista, o Ver que, paradoxalmente vem para alimentar os indivíduos. O que um espírito esportivo pode desejar: Uma Ferrari, o que um mero mortal pode almejar, um chaveiro ou camiseta dessa marca, mas que um belo poster produzido por uma câmera digital de n píxels e confeccionado em Grande formato por uma Big Plotter também pode proporcionar a qualquer um de nós: desejo, prazer...só de ver o automóvel.

Uma celebridade em ação com seu namorado em uma praia da Andaluzia faz com que indívíduos no mundo inteiro discutam a respeito, baixem filmes na Internet, fotografias, critiquem seu modus-operandi entre julgamentos éticos e poéticos através de imagens publicadas.

O Programa Big Brother desperta sensações nunca antes imaginadas. Pessoas que, além de se tornarem voyeurs compulsivos ligam para o Programa no intuito de escolher aquele interno que ele mais se identifica. Além de Ver você ainda interage. Há uma fruição doentia entre o Interno, a Emissora de Televisão e o Espectador.

Turistas são fascinados pelo Ver, mas não pelo Ver, Sentir, Perceber e sim pelo mero registro documental de uma viagem. Seguranças quando pedem para um visitante desligar uma câmera fotográfica ou filmadora diante de uma obra de arte num museu são obrigados a ver o visitante guardar os aparelhos e ir embora deixando a obra entre outras para trás, pois o que importa é o registro e não a interação dele com a obra.

Ver agora é muito mais que perceber pela visão, que enxergar, Ver nem mais carrega aquela intenção contemplativa, nem a de avistar, de divisar, testemunhar, assistir, ter conhecimento ou experiência de algo, Ver agora é apropriação.

Imaginem (que etimologicamente provém de imagem) os consumidores desse novo século....

Vai vendo...

* Edu Oliva é consultor e professor de Marketing da ADVB - Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil -, da FIESP - Federação das Indústrias do Estado de São Paulo - e da FBM - Fundação Brasileira de Marketing. Entre seus clientes destacam-se Siemens, Nestlé, Natura, entre outros.

Por: Redação








Comentários

Artigos do autor:

Por que bancos, serviços e varejo estão entre marcas mais valiosas?

Engajamento é fundamental para o sucesso do e-mail marketing

Santander cria serviço de transferência internacional com blockchain

Empresas consideram dados na definição da estratégia de negócios

Brasileiro está otimista e mais propenso a compras via mobile

Novos seniors são o futuro do crescimento do consumo

Tecnologia e mobilidade impactarão varejo nos próximos anos

Integração de canais fortalece campanhas multimídia

Ovos de Páscoa ficam até 40% mais baratos no e-commerce

Consumidores querem experiência omnichannel

Processo de compra se torna mais interativo e inteligente

Qualidade de vida: saúde é fator essencial para consumidores

Consumidores querem experiência omnichannel unificada

WhatsApp: usuários querem conversar com marcas, mas sem spam

Faturamento no comércio eletrônico de vestuário cresce 10% no Brasil

Royal resgata personagem Bocão em novo posicionamento

Por que o ano de 2018 é tão desafiador aos gestores?

Mobilidade é um dos elementos mais importantes pelas empresas

Livro traz coletânea de textos sobre o universo da inovação

Marketing de geolocalização é o tema de novo livro do IAB Brasil

Quatro tendências globais de beleza e cuidados pessoais para 2018

Seis tendências de Marketing de conteúdo em 2018

Natura &Co: Nova marca corporativa une Natura, Aesop e The Body Shop

Brasileiro teme compartilhar dados pessoais com empresas

Carros elétricos: uma tendência, múltiplos desafios

8 tendências de Marketing para o varejo em 2018

5 tendências em alimentos e bebidas para 2018

Brasileiros buscam economia em material escolar

Coca-Cola Brasil investe mais de R$ 1 bilhão em embalagens

Tendências em Digital e Mídia para 2018

Mundo do Marketing cria nova área com dicas de um minuto

Mercado brasileiro disputa varejo de conveniência

WGSN lista quatro tendências de consumo para 2018

TI e Marketing lideram a transformação digital

5 Tendências de Marketing para 2018

Shopping Crystal ganha mercado orgânico

2018: o ano do Marketing de Influência

Natal 2017: consumidor ainda mais maduro e compras moderadas

Gestores globais investem em tradução e localização para 2018

10 insights de mercado mais importantes de 2017

E-mail Marketing e o desafio da taxa de abertura baixa

Brasileiro busca serviço mais rápido e conveniente

Independência financeira é prioridade dos Millennials

7 estudos que tiveram destaque em 2017

Guia de Profissão Marketing Digital 2018

As 10 melhores ações de Marketing de 2017

10 fiascos de Marketing em 2017

10 pesquisas que tiveram destaque em 2017

Guia Salarial: profissional precisa se reinventar

Brasileiros estão mais conectados e desconfiados



Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss