A inovação através do Marketing Jurídico | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

A inovação através do Marketing Jurídico

A inovação através do Marketing Jurídico

Por | 24/10/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

A inovação através do Marketing Jurídico

Por Ricardo Di Blazi*

O mercado jurídico está em franca expansão. Esse reaquecimento se deve a alguns fatores importantes, como o licenciamento ambiental, o novo Código Civil de 2002, o desempenho das exportações e na atuação expressiva do Brasil perante a OMC e a criação do Código de Defesa do Consumidor, em 1990. A tendência é que esse aumento prossiga ainda mais nos próximos anos.

No Brasil, conforme o Ministério da Educação, existem 1.004 cursos de Direito em funcionamento. Na OAB, cerca de 570 mil advogados estão inscritos e há 21 mil sociedades de advogados, segundo o Cadastro Nacional das Sociedades de Advogados. Portanto, a concorrência tornou-se mais acirrada, o que aumentou gradativamente a abertura de novas sociedades, provenientes de cisões de Mega Bancas e novos entrantes.

O escritório deixou de ser uma sociedade para virar empresa. Gestões empresariais, tecnologia, plano de carreira foram algumas das ações incluídas nos pacotes de sobrevivência no mercado. Em 2000, foi criado o Provimento 94/2000, o regulamento que rege as atividades da publicidade nos escritórios. Alguns apoiaram, outros não. Foram registradas críticas sobre o engessamento da norma e a falta de práticas mais comerciais.

No entanto, os profissionais de Marketing demonstram resultados excelentes, com a atuação na estratégia de fusões de escritórios, nas estratégias one to one, nas estratégias de relacionamento, na criação de palestras, na otimização de sites e em estratégias de parceria. Esse conjunto de ações prova para o mercado os valores e os diferenciais de cada escritório.

Atualmente, os serviços são commodities. O diferencial está no processo de execução. Profissionais motivados, planos de carreira e incentivos à produção são velhas ações para o mundo do marketing, mas ainda é uma prática nova para a advocacia. A Legal Marketing Association notifica que, entre 50 bancas brasileiras pesquisadas, apenas 52% adotam formalmente um plano de marketing para crescer diante de um mercado competitivo e 36% delas avaliam os resultados de suas ações de marketing.

A assessoria de imprensa e o Marketing Digital são ações de baixo investimento e alto nível de retorno em captação de cliente. A ação, feita de forma institucional, pela Mesquita Pereira aumentou a visibilidade da marca em mais de 200% no mercado. Por meio dessas ferramentas, com o trabalho de otimização do site e utilização do banner em um site de alta circulação, a Mesquita Pereira obteve, em menos de um mês, 850 mil pager views, 450 cadastros e 25 ligações.

No segmento jurídico, o turn-over em pequenas ações é excelente. Quando os escritórios de advocacia começarem a realizar estratégias mais complexas, teremos grandes cases de sucessos, que poderão até mesmo inovar as ações do Marketing no Brasil. O Marketing Jurídico tem apenas sete anos, mas possui responsabilidade de gente grande.

* Ricardo Di Blazi é Administrador de Empresa com MBA em Marketing pela FGV, membro do Comitê de Marketing do CEAE (Centro de Estudos de Escritórios de Advocacia) e do Grupo Marketing Legal. Consultor Estrategista e Analista de Marketing da Mesquita Pereira, Marcelino, Almeida, Esteves Advogados.

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Brasil é um dos principais mercados para diversidade em Marketing

Black Friday une empresas na Virada Black Liberdade

Discriminação de gênero é problema entre meninas da Geração Z

Centennials: o novo motor econômico para as marcas

Após 15 anos, Roberto Gnypek deixa McDonald’s

Consumo de disco de vinil aumenta no Brasil

Tinder abre espaço para criadores de conteúdo

7 dicas para impulsionar as vendas de PMEs na Black Friday

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo



Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss