Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Endomarketing: Educando Pessoas

Endomarketing: Educando Pessoas

Por | 04/10/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Endomarketing: Educando Pessoas

Por Analisa de Medeiros Brum*

Kotler define endomarketing como um triângulo estratégico entre a empresa, o funcionário e o cliente. "Endo", do grego, quer dizer ação interior ou movimento para dentro. Endomarketing é, portando, marketing para dentro. É todo o esforço que uma empresa faz no sentido de vender a sua imagem para empregados e familiares.

Para alguns, fazer endomarketing é realizar eventos internos e distribuir camisetas, bonés e bottons com a marca da empresa. Para outros, endomarketing é uma evolução do conceito de marketing: primeiro, o marketing só trabalhava o produto/serviço após a sua concepção; depois, o marketing passou a atuar dentro da fábrica, participando do processo e da concepção do produto/serviço (incluindo itens como tamanho, cor, embalagem, etc.); e, hoje, o marketing preocupa-se, também, com quem produz o produto ou presta o serviço: o ser humano.

É o marketing voltado para as pessoas, argumentam aqueles que acreditam nesta última versão. Kotler concorda, dizendo que é o marketing focado em quem está mais próximo do cliente, na base da pirâmide organizacional, ou seja, no chão de fábrica, no terminal de cargas, no canteiro de obras, no lado de dentro do balcão. Mas todas essas versões ainda são simples demais para definir aquilo que, hoje, é uma das estratégias de gestão das maiores empresas deste País.

Dentro de uma visão mais ampla, o endomarketing pode ser definido como um esforço capaz de tornar comum, entre os funcionários de uma mesma empresa, objetivos processos e resultados. É aonde queremos chegar, o que faremos para chegar lá e, quando chegarmos, teremos bons motivos para comemorar.

As empresas que conseguem, dentro dessa visão ampla, trabalhar a comunicação como "ação de tornar comum", obtém resultados bem mais consistentes. São empresas que enxergam o endomarketing como um processo educativo, através do qual as pessoas passam a entender e absorver objetivos, processos e resultados.

A verdade é que ninguém gosta daquilo que não conhece, ninguém luta por uma meta que não sabe qual é e ninguém informa sobre o que não sabe. Por isso, as pessoas precisam ser educadas para agir dentro dos princípios e estratégias da empresa. Mais do que isso, as pessoas precisam ser educadas para que consigam compartilhar de uma mesma visão sobre a empresa, sua gestão, seu mercado, seus produtos e serviços.

Visão compartilhada é, sem dúvida alguma, o mais importante resultado que se pode obter de um esforço de marketing interno. Não é a toa que as maiores empresas americanas e européias estão cada vez mais espiritualizadas e, ao mesmo tempo, voltadas para processos educativos. Elas encaram o ser humano como um maravilhoso organismo com capacidade para escrever uma poesia e, ao mesmo tempo, planejar uma guerra, o que determina a necessidade de serem orientados de acordo com os objetivos da empresa.

A relação é bastante simples e conhecida, especialmente do segmento industrial: se a empresa não educa, o sindicato se encarrega de fazê-lo. Portanto, o melhor para a empresa é responsabilizar-se por esse processo. Educar significa orientar, direcionar, focar positivamente a energia das pessoas através da informação sistemática e integrada aos reais interesses da empresa.

Assim, endomarketing passa a ser muito mais do que vender a imagem da empresa para dentro, tornando-se um esforço educativo capaz de trazer inúmeros benefícios para o crescimento tanto da empresa quando do ser humano que nela trabalha.

* Analisa de Medeiros Brum é Diretora Executiva da HappyHouse Brasil, agência de Endomarketing.

Acesse
www.happyhousebrasil.com.br

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Mercado de panetone cresce no Brasil

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo

Brasileiros que vivem de forma leve sentem mais prazer na vida

Masculinidade: como os homens tem se comportado

Nescau incentiva a inovação em exposição de produtos

O valor das marcas patrocinadoras da Copa e da Seleção Brasileira

Itaú é a marca mais mencionada no Twitter sobre Copa2018

Millennials ganham atenção do mercado de luxo

VidCon 2018: Youtube aposta em novas ferramentas

Restaurantes com promoções durante a Copa do Mundo são mais atrativos

Clientes estão muito mais exigentes, aponta Salesforce

Nescau convida consumidores de Toddy a torcerem junto pela seleção

Principais bancos do Brasil se unem e criam fintech

Coca-Cola é a patrocinadora mais lembrada da Copa do Mundo 2018

Google cria ferramentas para PMEs usarem na Copa e Dia dos Namorados

Editora cria palavras cruzadas com memórias de quem tem Alzheimer

Marcas patrocinadoras do futebol pegam carona com a Copa do Mundo

Hábitos e desejos de compra para a Copa do Mundo de 2018

Reputação diante dos provedores garante alta taxa de entregabilidade

Tecnologia e criatividade impulsionam valor das marcas



Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss