Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Comportamento do consumidor

Por | 10/08/2006

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Comportamento do consumidor

Francisco Lopes*

"Consumidores e produtores são reunidos eletronicamente de maneira que nunca foram experimentadas antes. A rápida transmissão de informações está alterando a velocidade com a qual novas tendências se desenvolvem e a direção onde se movimentam - especialmente porque o mundo virtual permite que os consumidores participem da criação e disseminação de novos produtos".

Esta afirmação é do PhD Michael R. Solomon, professor de Ciências Humanas de Comportamento do Consumidor da Auburn University, após a realização de uma pesquisa que envolveu estudantes de várias partes do planeta.

A pergunta é: seria mesmo necessário que um estudioso americano nos mostrasse essa realidade para dela termos consciência? A resposta é um grande não! Basta andarmos pelas ruas de nossa cidade para ver tal transformação, basta conversarmos com nossas crianças e veremos que já possuem uma boa noção dos produtos que querem adquirir, seu valor e onde encontrar.

No Rio Grande do Sul já existe o "Código do Consumidor Infantil" que é ensinado nas escolas públicas para crianças do ensino fundamental. Se as crianças já sabem o que querem, por que nossos empresários não sabem como oferecer seus produtos e serviços?

Em recente artigo publicado em uma revista de circulação nacional o publicitário Washington Oliveto analisa a lista dos bilionários brasileiros que estão presentes na Revista Forbes e, dentre outras, a principal razão do sucesso desses empresários é a percepção da mudança do comportamento dos consumidores e do mundo.

Nossos empresários (goianos) precisam acordar desse "berço esplêndido" em que  vivem, abrir seus olhos para a não tão nova realidade em que estamos inseridos, e antes de pensar em qualquer ação, seja na Gestão de Pessoas ou mesmo no seu Planejamento Estratégico, descobrir em primeiro lugar quem é seu consumidor, depois o que ele deseja. Conhecer quem é seu concorrente, ou melhor, quem são seus concorrentes (e pode não ser uma empresa do mesmo ramo) torna-se necessário para que o empresário perceba e entenda qual é o sentido moderno de concorrência.

Até 1950, o chapéu cobria a cabeça do brasileiro. A indústria do chapéu no Brasil contava com uma centena, vendiam 5 milhões de unidades ano. Hoje existem não mais que três. O que provocou essa realidade? Por incrível que possa parecer, foi o automóvel, poderíamos dizer o fusquinha. Com o advento do desenvolvimento da indústria automobilística  e a  multiplicação dos carros nas cidades as pessoas foram deixando de usar chapéus, pois o que as pessoas compravam não era chapéu, compravam proteção para suas cabeças, com o carro, tornou-se desnecessária.

Uma grande rede de fast food viu-se com um novo e inusitado concorrente que baixou significativamente suas vendas. Com o advento do forno microondas as pessoas que buscavam praticidade já não mais precisariam sair de casa para se alimentar. Conclusão não pergunte qual produto você vende. Pergunte: o que seu consumidor quer comprar de você?

* Francisco Lopes é administrador de Empresas e pós-graduado em Gestão Estratégica de Marketing

Por: Redação








Comentários

Artigos do autor:

Dia dos Pais aquece segundo semestre de 2018

Marketing 60+: a importância do consumidor sênior

Geração Z quer tecnologia para testar produtos na loja física

Busca por experiências fazem brasileiros se presentearem mais

Brasileiros preferem comprar online e buscar na loja física

Falta de experiência afasta consumidor do e-commerce

Homens são mais conservadores em relação aos produtos de beleza

Marcas crescem no Youtube com a Copa do Mundo

Brasileiros que vivem de forma leve sentem mais prazer na vida

Masculinidade: como os homens tem se comportado

Nescau incentiva a inovação em exposição de produtos

O valor das marcas patrocinadoras da Copa e da Seleção Brasileira

Itaú é a marca mais mencionada no Twitter sobre Copa2018

Millennials ganham atenção do mercado de luxo

VidCon 2018: Youtube aposta em novas ferramentas

Restaurantes com promoções durante a Copa do Mundo são mais atrativos

Clientes estão muito mais exigentes, aponta Salesforce

Nescau convida consumidores de Toddy a torcerem junto pela seleção

Principais bancos do Brasil se unem e criam fintech

Coca-Cola é a patrocinadora mais lembrada da Copa do Mundo 2018

Google cria ferramentas para PMEs usarem na Copa e Dia dos Namorados

Editora cria palavras cruzadas com memórias de quem tem Alzheimer

Marcas patrocinadoras do futebol pegam carona com a Copa do Mundo

Hábitos e desejos de compra para a Copa do Mundo de 2018

Reputação diante dos provedores garante alta taxa de entregabilidade

Tecnologia e criatividade impulsionam valor das marcas

Skol muda nome e convoca marcas a se unirem pela causa LGBTQ+

Transformação tecnológica: por que tantas percepções diferentes?

Mobile continua forte na América Latina

Perfil dos gamers brasileiros: mulheres são maioria

Vilma, Grupo Zap e Herbalife se reposicionam no mercado

Saiba quais são as remunerações para quem atua em TI no Marketing

Dia das Mães: expectativa de boas vendas no e-commerce

Centennials buscam presente para o Dia das Mães nas redes sociais

Marketplace impulsiona vendas no e-commerce

Beauty Fair cria campanha de empoderamento pessoal

Apas Show 2018: veja o resumo do primeiro dia

7 dicas para os lojistas faturarem mais durante o Dia das Mães

Como a Inteligência Artificial pode interferir na jornada de compra

O Boticário apresenta novo modelo de loja em Salvador

Brasileiros buscam alimentação saudável sem radicalismos

Mauricio de Sousa e Dedé Santana fazem parceria para criação de circo

Mulheres mudam prioridades de vida após empoderamento

Por que bancos, serviços e varejo estão entre marcas mais valiosas?

Engajamento é fundamental para o sucesso do e-mail marketing

Santander cria serviço de transferência internacional com blockchain

Empresas consideram dados na definição da estratégia de negócios

Brasileiro está otimista e mais propenso a compras via mobile

Tecnologia e mobilidade impactarão varejo nos próximos anos

Novos seniors são o futuro do crescimento do consumo



Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss