Marca corporativa na nova Internet | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Marca corporativa na nova Internet

Marca corporativa na nova Internet

Por | 09/08/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Marca corporativa na nova Internet

Por Diego Monteiro*

Um dos maiores ativos de uma empresa é sua própria marca, fazendo com que cada vez mais as organizações dêem atenção à sua comunicação corporativa como meio de obter sucesso nos negócios.

A maneira como é feita a comunicação junto aos diversos públicos da empresa, a gestão de crises e toda iniciativa relacionada à marca corporativa sempre estiveram apoiadas na mídia tradicional: TV, rádio, jornal, etc. E, nos últimos anos, as ações de comunicação alcançaram a Internet, porém com a mesma forma de pensar, a mesma gestão.

Agora, no entanto, é necessário repensar a forma de se fazer isso, já que hoje uma das maiores mídias do mundo é a Internet, e ela tem caminhado para a interatividade, a chamada web 2.0, na qual todos colaboram e emitem suas opiniões, e não apenas as instituições formais. E, com essa possibilidade de interatividade, as questões ligadas à comunicação também funcionam de um jeito diferente, sobretudo em dois aspectos.

Primeiro aspecto: Na nova Internet as pessoas podem emitir mais facilmente suas opiniões! Já se foi a época em que o consumidor raramente reclamava ou criticava uma empresa e, quando o fazia, era por carta e quase ninguém ficava sabendo. Hoje, em um minuto, uma pessoa pode criar um blog e criticar pesadamente uma ação de marketing, ou então relatar uma má experiência com a empresa que em instantes milhares de internautas podem acessar aquela informação.

A Via6 é uma comunidade virtual criada por mim e outro sócio há cerca de dois anos. Todo nosso público é formado por internautas realmente ativos, que participam e interagem com a comunidade. Assim, costumamos receber muitas críticas, a maioria delas construtivas, em relação a nossos serviços na web. Muita gente, ao pesquisar sobre o Via6, nos pergunta se sabemos de tudo que estão falando sobre nosso negócio na Internet.

A política que adotamos é a de encarar com naturalidade essas críticas, entendendo que as relações empresa/consumidor tendem a isso. E procuramos tomar cuidado redobrado em todas as ações que desenvolvemos tendo ciência desse aspecto, dando continuamente respostas ao público através de nosso blog.

Achamos que essa falta de aura de perfeição é algo extremamente positivo no sentido de nos mostrar que caminhos seguir a partir da colaboração de nossos usuários. Vamos realizando nosso negócio não com sabedoria infinita e arrogância, mas com a participação de todos, esperando que isso demonstre o real envolvimento do nosso público com a marca Via6. Tentamos, assim, sempre usar a força que vem, a princípio, contra a gente, a nosso favor, procurando ter uma comunidade engajada com nosso serviço. Portanto, é provável que agora as empresas precisem descer do Olimpo e ter um relacionamento real com seu público.

Um bom exemplo dessa prática é o blog do Ombudsman do UOL (http://ombudsmandouol.blog.uol.com.br/) inaugurado recentemente. É o próprio UOL mostrando as críticas aos seus serviços e também as melhorias a serem feitas.

Segundo aspecto: Na mídia Internet, as pessoas não têm memória curta! Se antigamente uma ação da empresa causasse indignação nas pessoas, logo se dizia que todos esqueceriam, afinal "o povo tem memória curta". Na Internet, no entanto, essa premissa deixa de ser verdadeira. Basta uma busca no Google pelo nome da empresa e pronto! Aparece aquela notícia de dois anos atrás que todos dirigentes da companhia queriam que as pessoas esquecessem.

Na época do jornal, dificilmente alguém pesquisaria sobre uma marca em edições muito antigas, mas, na web, o buscador joga na tela do cliente aquela notícia constrangedora em poucos segundos.

Um grande fabricante de automóveis recentemente lançou uma campanha publicitária dando a entender em tom jornalístico que um asteróide chamado "Pallas" iria se chocar com a Terra. Depois, as pessoas viram que a "notícia" se tratava na verdade da propaganda divulgando o novo carro da fabricante, homônimo ao asteróide em questão.

Sem entrar no mérito do bom gosto ou não da campanha, o fato é que ela causou polêmica. E muitos blogs falaram mal da campanha. Agora, sempre que alguém procurar por essa marca no Google (ou qualquer outro buscador), é muito provável que apareçam esses blogs criticando a marca nos resultados da busca em meio às notícias da empresa e seu site oficial. E o pior, por muito tempo.

Ficam, portanto, essas lições. As empresas têm que aceitar a participação do público e usar isso a seu favor. Precisam também pensar muito bem antes de desenvolver qualquer ação, pois um pequeno deslize pode arranhar sua imagem por um longo período, perante a audiências cada vez maiores e mais participativas. Na web 2.0, é assim que as coisas funcionam...

* Diego Monteiro é um dos criadores do Via6, site de relacionamento profissional que conecta representantes das mais diversas áreas e conta com mais de 80 mil usuários e 25 mil empresas cadastradas.

Acesse
www.via6.com

Por: Redação




Comentários

Artigos do autor:

Gas Natural Fenosa passa a se chamar Naturgy

Brasileiros dão mais atenção à qualidade do que ao preço

9 tendências de consumo entre brasileiros

4 livros de Marketing para leitura de fim de ano

Como alavancar sua estratégia de Inbound Marketing

Black Friday deve crescer 13,3% em relação a 2017

Marcas se destacam ao antecipar Black Friday

Como fidelizar clientes após a Black Friday?

Brasil é um dos principais mercados para diversidade em Marketing

Black Friday une empresas na Virada Black Liberdade

Discriminação de gênero é problema entre meninas da Geração Z

Centennials: o novo motor econômico para as marcas

Após 15 anos, Roberto Gnypek deixa McDonald’s

Consumo de disco de vinil aumenta no Brasil

Tinder abre espaço para criadores de conteúdo

7 dicas para impulsionar as vendas de PMEs na Black Friday

Transações via smartphones representam 41% das vendas no Brasil

Relevância do Trade Marketing aumenta em agências, indústria e varejo

CMOs colaborativos são essenciais para crescimento de negócios

Compras do Dia das Crianças serão maiores em lojas físicas

3 Livros para auxiliar no planejamento de Marketing

Eleições e instabilidade não barraram investimentos em Marketing

Apesar do avanço de streaming, rádio impacta 86% da população

Inovação é necessidade estratégica para manter vantagem competitiva

Youtube mira no streaming e apresenta Youtube Music e Youtube Premium

Metade dos profissionais não colocam consumidores em primeiro lugar

Mercado de panetone cresce no Brasil

Smartphone será meio mais utilizado para compras do fim de ano

Preferência por fast-food varia conforme região brasileira

Fundação e Instituto Arcor lançam campanha de incentivo ao brincar

Mobile avança como mídia no mercado brasileiro

Infraestrutura das lojas virtuais garante o sucesso na Black Friday

5 tecnologias que mesclarão o trabalho entre humanos e máquinas

Pesquisa Heineken: mais da metade dos adultos bebem quando dirigem

PMEs estão confiantes na era da Inteligência Artificial

O que muda no atendimento ao consumidor com a API do WhatsApp

As 10 marcas mais lembradas pela diversidade em propaganda

Vivo, Raízen e Ericsson abrem chamada de startups com foco em IoT

Brasileiros são receptivos a anúncios digitais e querem personalização

5 inovações do Google Brasil em anúncios

Cabify faz parceria e product Marketing com Grupo Rouge

5 insights da Beleza na Terceira Idade

Grupo Edson Queiroz cria nova divisão de águas

Nível de atenção dos profissionais está mudando

C&A cria Fashion Futures para debater o futuro da moda

Brasil é o segundo maior país em buscas sobre beleza

Supermercado online avança globalmente

Comportamento do consumidor no quarto trimestre

Número de investimentos em insurtech sobem

Publicidade em aplicativos movimenta mais de 3 bilhões de dólares



Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss