Artigos

Publicidade
Publicidade
Digital

Venda de ingressos pode crescer com investimento em mobile

A possibilidade de estar online, em todos os momentos, a partir de uma tela, proporciona diversas oportunidades para o mercado. Futebol pode ser beneficiado

Por Rafael Fiuza - 28/03/2013

A realização dos grandes eventos no Brasil se torna utópico quando falamos em gestão e tecnologia de primeiro mundo para proporcionar torneios com a qualidade que a marca leva, como são a Copa do Mundo e a Olimpíada. Paralelamente ao momento vivido no país, a tecnologia tem mudado constantemente, principalmente quando nos referimos ao mundo das telas móveis, que levam os usuários aonde eles querem, de onde eles querem. A possibilidade de estar online, em todos os momentos, a partir de uma tela, proporciona diversas oportunidades para o mercado.

O Governo Federal acredita que o Brasil irá receber cerca de 600 mil turistas durante a Copa do Mundo de 2014 e diversos projetos já estão sendo criados para trazer maior conforto e facilidade para os amantes do futebol, entre eles a criação de um modelo de venda de ingressos através de sites móveis e reconhecimento na catraca do estádio, através do celular.

Os projetos podem ser ampliados e usados também nos jogos olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, mas os maiores beneficiários de tais tecnologias são os clubes de futebol, que apesar do desenvolvimento natural, ainda é gerido por conservadores que insistem em manter meios tradicionais como principal forma de relacionamento com o torcedor.

A Ambev, através da Brahma, iniciou uma campanha midiática, chamada Por um Futebol Melhor, onde oferece descontos em produtos da empresa, caso o torcedor seja sócio de um dos clubes participantes. Simples e bastante usual na Europa, é o principal modelo de captação de sócios e crescimento de equipes no mundo, e deve ser o carro-chefe no país.

O projeto ainda tem o apoio de outros gigantes do mundo corporativo como Unilever, Pepsico, Seara, Danone, Bradesco, SKY, Netshoes e Burger King. Empresas com ótima gestão, que veem no futebol um modelo de negócios excelente e, em sua grande maioria, mal trabalhado pelos clubes.

Por: Rafael Fiuza

Content Planner do Grupo .Mobi