Artigos

Publicidade
Publicidade

Beacons do bem. Já ouviu falar?

Bons para vender, perfeitos para fazer a diferença

Por Marina Pechlivanis - 03/11/2014

Novos gadgets de desejo, os Beacons são pequenos dispositivos que trabalham com o “sistema de proximidade em ambientes fechados”, uma espécie de GPS indoor, cuja área de cobertura alcança cerca de 30 metros, usando um sinal de bluetooth de baixo consumo de energia (BLE), sem depender de conexão à internet.

Eficientes, proporcionam troca de informações com os smartphones e são uma ponte entre o mundo virtual e o físico, criando novas experiências de interatividade personalizada até então inviáveis por limitações tecnológicas.

Com custo relativamente baixo — cerca de US$ 30,00 cada terminal —, os Beacons são uma nova possibilidade para todo o tipo de comunicação entre empresas e consumidores. E podem ser uma economia e tanto, aproveitando o apelo sustentável e poupando, entre outros valores, a produção de impressos, folhetos, cartazes…

No varejo, servem para estimular as vendas oferecendo promoções customizadas aos clientes, ativando programas de relacionamento, informando sobre estoque e especificações de produto, entre tantas outras opções. Por outro lado, para o lojista ou empresário, são ferramentas valiosíssimas, que registram a circulação de consumidores pela loja, o tempo de observação por produto, a quantidade de vezes em que visitam o estabelecimento, entre muitas outras variáveis, mapeando com precisão inigualável seus perfis e suas decisões de compras.

Para além de comprar e vender, há muitas outras possibilidades.

Por exemplo, informar: transmissores como os Beacons são adequados para disponibilizar informações como localização, programação e informação em feiras, eventos, shows, museus, escolas, restaurantes, clubes, academias…

E por que não usá-los para transformar?

Beacons do bem. Já ouviu falar?
Então faça alguma coisa com esta gifted ideia: ações solidárias, de doação, de mobilização para causas, de conscientização, educação nutricional, campanhas de saúde pública… Escolha a que mais combina com a sua empresa, e implemente.

Uma marca é aquilo que ela oferece.
Você decide!

Por: Marina Pechlivanis

Autora dos livros Gestão de Encantamento: Dicas Mágicas e Gestão de Encantamento2: como a mágica acontece, entre outros 20 títulos. Mestra em Comunicação e Práticas de Consumo. Palestrante. Sócia da Umbigo do Mundo Comunicação. Criadora da Metodologia Matriz da Excelência Gestão de Encantamento. Professora do curso de extensão Gestão de Encantamento, na ESPM