Artigos

Publicidade
Publicidade
Marca

Chegou a vez da Cultura Organizacional

Empresas também estão aprendendo a viver todo o seu conjunto de crenças, valores e propósito

Por Mariana dos Anjos - 21/10/2020

Há tempos, nós, profissionais de Comunicação e de outras áreas das relações humanas, defendemos a importância da cultura organizacional, atuando como verdadeiros “guardiões” para ajudar a moldá-la e mantê-la viva nas empresas.

Nesse momento em que a humanidade se reinventa para construir um "novo normal" colocando em prática uma série de aprendizados que a Covid nos trouxe, ouso dizer que um deles foi a valorização da cultura, no âmbito das organizações.

Muitas vezes confundida com outros conceitos como clima, ideologia, filosofia, a cultura organizacional é muito mais ampla do que isso, muito mais forte. É um conjunto de pressupostos que foram e vão sendo criados e desenvolvidos a partir de um processo de aprendizado coletivo das pessoas que integram uma companhia.

São os hábitos e as crenças de uma organização materializados na forma de normas, valores, atitudes e comportamentos. E, claro, a cultura toma vida a partir das pessoas. Por isso, apesar de parecer algo um tanto quanto abstrato, ela é real e impacta a vida dos colaboradores.

Se tentarmos traçar um paralelo sobre a cultura entre indivíduos e corporações em tempos de coronavírus, podemos dizer que, com a chegada da pandemia, cada pessoa está aprendendo dia após dia a superar e modelar um novo jeito de viver tendo como base o seu modo de pensar/enxergar o mundo, seus valores, sua essência mais profunda enquanto ser humano.

Isso é exatamente o que está acontecendo no âmbito corporativo. As empresas também estão aprendendo a viver todo o seu conjunto de crenças, valores e propósito. Enquanto seus profissionais, estamos sendo estimulados a aplicar no dia a dia atitudes como colaboração, empatia, espírito de dono, sentimento de pertencimento, inovação... Isso nada mais é do que a cultura organizacional em ação, ou seja, as declarações corporativas saindo de um quadro na parede para vivências reais em nosso cotidiano. E é essa experiência aplicada que está permitindo às organizações com culturas sólidas superar os desafios dos tempos atuais com mais resiliência, flexibilidade e união.

Essa é a maior evidência de que chegou a vez da cultura organizacional mostrar seu valor como o grande diferencial de uma companhia. Afinal ela é a forma mais “viva” de perceber, pensar, sentir e agir de uma empresa.

Por: Mariana dos Anjos

Relações Públicas e especialista em Marketing. Atualmente, integra a equipe de Comunicação da Ball Corporation, líder mundial em embalagens de alumínio para bebidas, onde atua com comunicação interna e projetos de responsabilidade social.