Marketing Educacional: É preciso promover uma experiência positiva | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Marketing Educacional: É preciso promover uma experiência positiva

“Vender” educação não é a mesma coisa que vender uma cadeira ou um refrigerante - sem desmerecê-los-, pois você lida diretamente com os sonhos e com o futuro das pessoas

Por | 10/08/2015

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Quem trabalha na área de Educação sabe o quanto este mercado é peculiar. Afinal, "vender" educação não é a mesma coisa que vender uma cadeira ou um refrigerante - sem desmerecer estes produtos, claro - porque você lida diretamente com os sonhos e, principalmente, o futuro das pessoas. Isso traz uma grande responsabilidade para a área de Marketing, que precisa atrair novos alunos de forma consistente e, ao mesmo tempo, consciente. Esse desafio, porém, fica ainda maior quando nos deparamos com um cenário transformador, assim como este que estamos vivenciando agora, repleto de perguntas ainda sem respostas: como a instabilidade econômica vai afetar a busca por nossos cursos? A educação agora é mais prioritária do que antes? Qual a melhor forma de encantar e engajar os alunos das novas gerações?

O fato é que, mesmo com algumas incertezas, é possível sim saímos do tradicional "sopão de letrinhas" que estamos habituados, inovando na comunicação e no posicionamento da marca. Para isso, é importante termos em mente que o nosso desafio é bem maior do que apenas aumentarmos o número de matrículas nas escolas. Devemos, cada vez mais, nos concentrar em promover uma experiência positiva para o aluno desde o seu primeiro contato com a instituição, construindo uma relação sólida e duradoura.

No setor de idiomas, por exemplo, o senso de urgência explorado em algumas campanhas pode fazer com que os alunos se sintam culpados por não falarem uma segunda língua. É uma comunicação que provoca o medo ou a chacota, e isso pode repercutir em todo o ciclo educacional. Nesse sentido, a experiência de aprendizado para o aluno torna-se uma obrigação, e não, uma vontade espontânea e genuína. Uma relação que começa assim, dificilmente se mantém sólida ao longo do tempo, a menos que outras formas de engajamento sejam exploradas no caminho.

No CNA, estamos vivenciando algumas experiências interessantes nesse sentido, e pudemos comprovar o potencial de engajamento gerado por iniciativas que promoveram a contextualização e a vivência de uma nova cultura, seja por meio do contato do estudante com um idoso em uma casa de repouso americana, ou pela regravação de um filme de sucesso, totalmente dublado em inglês pelos alunos. É o que chamamos de "Happy Lessons", concretizando o aprendizado por meio de ações cotidianas.

Percebemos cada vez mais que, na prática, a experiência proporcionada pelo aprendizado de um novo idioma pode ir muito além da inclusão de uma habilidade técnica no currículo, possibilitando olhares diferentes e inovadores sobre questões cotidianas desses estudantes. O engajamento, nestes casos, tende a se dar de forma mais leve e orgânica, fruto de um interesse genuíno do aluno em explorar todo o potencial que aquele conhecimento pode proporcionar para sua vida.

Acredito que esta seja uma tendência bastante positiva não só para a área de Marketing quanto para a própria gestão de empresas de educação, que têm por meio da troca de conhecimento a missão de transformar a vida das pessoas. Queremos, acima de tudo, ser uma fonte de inspiração para nossos alunos.

 

 

Por: Luciana Fortuna

Diretora de Marketing e Comunicação do CNA. Administradora de empresas com MBA em gestão por processos pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), já passou por grandes empresas como Pepsico, Unilever, Natura e Kraft Foods


Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss