Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Multivarejo: a evolução do PDV

Leonardo Lanzetta,da DIA Comunicação, escreve sobre as transformações que o varejo precisa se adaptar

Por | 14/09/2009

Compartilhe

Por Leonardo Lanzetta *

Cada vez mais, o grande desafio do varejo é proporcionar conveniência aos clientes. Seja pela correria das grandes cidades, pela relação de proximidade comum nos pequenos centros ou pela grande variedade de marcas e produtos, os pontos de vendas caminham para o que costumamos chamar de "multivarejos". Muito mais que produtos, a meta é oferecer praticidade ao público-alvo. 

Há tempos, não encontramos apenas remédios nas farmácias ou apenas pães e bolos nas padarias. Hoje, toda a ocasião de consumo é uma oportunidade para atender diferentes necessidades dos consumidores. Ao contrário do que víamos em um passado não tão distante, atualmente, as pessoas pulverizam mais suas compras, buscam canais alternativos e querem, acima de tudo, praticidade e conveniência.

E os varejistas correm para se adaptar a este novo cenário. Cada vez mais o varejo, seja pequeno, médio ou grande, precisa conhecer as necessidades de seu público. Vale lembrar que o comprador, antes de tudo, é uma pessoa com comportamentos diferentes, em diversas ocasiões. Cabe a cada varejista identificar este comportamento e aproveitar as ocasiões para aprimorar as vendas e fidelizar os seus clientes.

E como conhecer as necessidades de cada público? Além de observar constantemente o comportamento do shopper, o ideal é realizar, periodicamente, pesquisas junto aos clientes, buscando identificar o que procuram em cada estabelecimento.

Avaliar as características de localização também é fundamental para identificar oportunidades. Considerar se o bairro residencial ou comercial, a classe econômica, idade média, predominância de homens ou mulheres, se há mais famílias ou solteiros na vizinhança são alguns dos fatores que precisam ser considerados na definição, ampliação ou revisão dos produtos e serviços ofertados.

Internamente, a recomendação é observar as áreas que recebem maior fluxo de consumidores e os locais que precisam se tornar mais atrativos. Além da quantidade, a disposição e distribuição dos produtos no interior da loja ajudam a aumentar a fidelização do shopper e, consequentemente, aumentam ainda mais as possibilidades de venda.

Para se tornarem mais próximas dos consumidores e atenderem esta demanda por conveniência, até as grandes redes estão "migrando" para os modelos de lojas mais customizadas. Por conhecerem bem o perfil de seus clientes, o objetivo é levar comodidade, seja para regiões próximas à residência ou ao trabalho de seus clientes.

Além de exigente, o comprador atual está sempre atento às alternativas que possam facilitar o seu dia a dia. E o multivarejo é tudo que ele precisa para adequar as suas necessidades às ocasiões de consumo. 

* Leonardo Lanzetta é Sócio e Diretor executivo da DIA Comunicação e Diretor de Imagem Corporativa do POPAI Brasil.

Por: Leonardo Lanzetta








Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss