Toda Mídia Digital tem que ir onde as pessoas estão | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Toda Mídia Digital tem que ir onde as pessoas estão

A mídia digital tem suas particularidades e em nenhum momento pode ser comparada com a tradicional. Mas ainda nos deparamos com empresas e agências que se equivocam

Por | 31/08/2015

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Já início este texto pedindo licença ao ícone da MPB, Milton Nascimento, para usar um trecho da famosa música de sua autoria em parceria com Fernando Brant, trocando uma palavra da letra. Ouvindo aquela famosa música "Nos Bailes da Vida", algo me fez parar para prestar atenção bem naquela parte que diz "todo artista tem de ir aonde o povo está".

Aquela frase ficou martelando na minha cabeça, quando tive a ideia de trocar apenas uma palavrinha. E foi daí que surgiu o título deste artigo. "Toda mídia digital tem que ir onde o povo está". Mas o que isso tudo tem a ver? Irei explicar…

Quando brifamos a agência para a criação de uma estratégia digital de uma campanha ou ação, temos que pensar em diversas situações e fazer simulações. Mas um ponto importante é formatar a estratégia como um todo, com o objetivo de maximizar sua eficácia, pensando sempre como atingiremos o usuário final.

A mídia digital tem suas particularidades e em nenhum momento pode ser comparada com a tradicional. Mas ainda nos deparamos com empresas e agências que se equivocam em não separar as duas mídias e também não conseguem integrá-las. É aí que começa toda a confusão!

Quando esta confusão é colocada em prática, nem sempre o resultado é positivo, e ainda corre-se o risco de "queimar o filme" deste nosso "e-cossistema". Através das diversas ferramentas digitais, versus a quantidade de usuários da web, ações digitais são potencializadas - para o bem, ou para o mal.

Existem diversas pesquisas que relatam o horário nobre do Twitter no Brasil. Qual o horário de pico que as pessoas mais twitam? O que acho mais interessante é o debate que isso gera. Baseado nesta informação, irei fazer uma pergunta para você escolher uma das opções:

Em qual horário você atuaria, nos denominados horários de pico ou nos outros horários?

Não se atreva em responder de bate pronto! Pense um pouco… Provavelmente quem tem a mente focada na mídia tradicional diria "no horário de pico", afinal, quer atingir o maior número possível de pessoas.

Só que no meio digital não é bem assim, e o pensamento deve ser diferente. Se você escolher a primeira opção, a timeline dos seus seguidores estará bombando. Assim, com muitos tweets, a atualização será mais constante e os seus posts terão menor visibilidade, concorda?

E agora?! Mais uma vez a estratégia será a peça chave para chegar a uma resposta. Mas posso resumir todos os exemplos em apenas um conselho: é preciso sempre trabalhar a estratégia onde o povo está!

Não tem a ver o título?! Se for assim, assim será…

Por: Gustavo Zobaran

Head BX | Brand Experience na Youse


Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss