Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

4 Principais indicadores de viabilidade financeira de um projeto

Está pensando em investir em um novo projeto? Fique atento a alguns indicadores para que o retorno do capital investido aconteça de maneira saudável e sem sustos

Por | 05/12/2017

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Está pensando em investir em um novo projeto? Fique atento a alguns indicadores para que o retorno do capital investido aconteça de maneira saudável e sem sustos. Um novo projeto necessita de uma profunda análise de viabilidade que deverá ser detalhada num plano de negócio antes dos aportes financeiros. Com o plano de negócios em mãos, é possível tomar a decisão de investir ou não no projeto de forma segura. Mas para isso, observe os seguintes indicadores:

1. TIR (Taxa Interna de Retorno) - Indicador presente em todos os estudos de viabilidade financeira, a TIR é medida em percentual e mostra, através das projeções futuras, qual será a rentabilidade anual do investimento que foi realizado. Uma TIR baixa, significa que o dinheiro aplicado no projeto está rendendo pouco.

2. Break-even - Momento da operação onde as receitas passam a ser maiores ou iguais aos custos, ou, de maneira mais simples, a empresa/projeto já está rodando com os próprios resultados, sem a necessidade de novos aportes. Ex: Break-even no oitavo mês de operação, significa que a partir do oitavo mês os investidores não precisam mais colocar recursos próprios para o projeto crescer.

3. Payback - Momento da operação onde o fluxo de caixa acumulado é superior a zero, ou, de maneira mais simples, os prejuízos dos primeiros meses de operação já foram cobertos pelos lucros realizados e o capital investido já foi recuperado. Ex: Payback no décimo quarto mês significa que os investidores pararam de aportar dinheiro no oitavo mês (Break-even), mas recuperaram o dinheiro investido apenas no décimo quarto mês.

4. Exposição máxima de caixa - indicador com propósito de mostrar qual será o valor total de investimento necessário para a operação se desenvolver. A conta acumula todos os prejuízos projetados para os meses de investimento e baliza o investidor a entrar ou não no projeto.

Para entrar em um projeto é preciso saber qual a necessidade total de investimento (Exposição máxima de caixa), quando para-se de aportar dinheiro (Break-even), quando recupera-se o dinheiro investido (Payback) e qual a remuneração do dinheiro sobre o investimento realizado (TIR). Entrar em um projeto sem esses indicadores pode ser arriscado e não é recomendado.

Assegure-se de que a análise de viabilidade e o plano de negócio tenham sidos realizados por profissionais com conhecimento técnico e que as premissas utilizadas são realistas. Tente também analisar cenários com premissas mais pessimistas. Esse é o melhor caminho para tomar a decisão correta de investimento.

Por: Gustavo Lepore

Coordenador de finanças corporativas da GlobalTrevo Consulting






Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2017. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss