Anúncios nativos x anúncios display | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Artigos

Anúncios nativos x anúncios display

Artigo explica as diferenças entre anúncios nativos e display, em termos de formato, desempenho e receita.Também mostra por que a publicidade nativa agora é a escolha mais lógica

Por | 23/03/2020

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Não há como escapar disso: a publicidade digital mudou. Os anúncios display (geralmente conhecidos como banners) já foram a melhor maneira de promover coisas on-line. Agora, os profissionais de marketing estão transferindo seus gastos com publicidade para anúncios nativos. Mas qual é a diferença entre os dois formatos e por que os anúncios nativos são muito mais eficazes que outros formatos?

Este artigo explica as diferenças entre anúncios nativos e display, em termos de formato, desempenho, receita e muito mais. Também mostra por que a publicidade nativa agora é a escolha mais lógica para o seu budget de marketing.

Noções básicas sobre anúncios display e nativos

Qual a diferença entre anúncios nativos e anúncios display? Os de display são os que aparecem na maioria dos sites desde o início da publicidade digital.

Os anúncios em banner são os modelos mais comuns. Eles variam de forma e tamanho para caber em diferentes partes em um website, inclusive alterando seu conteúdo. A imagem abaixo, por exemplo, mostra anúncios em banner na barra lateral de um site.

Em display, fica claro que algo está sendo promovido. Esses anúncios se destacam do conteúdo ao seu redor e ficam visíveis em toda a página.

Por outro lado, os anúncios nativos se misturam perfeitamente ao conteúdo do site. É difícil confirmar que eles são anúncios. Os anúncios nativos costumam aparecer como conteúdo patrocinado, promovido ou recomendado, como no exemplo abaixo em campanha da Novartis:

Outros formatos nativos comuns são postagens no feed das redes sociais.

Os anúncios nativos também podem ser interativos, incluindo testes, jogos e mapas. E eles podem aparecer como resultados de busca patrocinados, combinados com resultados regulares quando as pessoas procuram informações em sites de busca. Veja o exemplo abaixo:

Principais diferenças entre display e native

Existem várias diferenças entre anúncios nativos e display que mostram por que o formato nativo se tornou tão popular entre profissionais de marketing e usuários da Web.

Para começar, os consumidores não gostam de banners; 80% deles usam bloqueadores de anúncios para garantir que não os vejam. Mesmo entre aqueles que não usam bloqueadores de anúncios, existe a "cegueira de anúncios", expressão que aponta que seus olhos simplesmente passam por aqueles banners de anúncios como se não estivessem ali. Não é de se admirar que os anúncios de display já não alcancem os resultados que costumavam ter. Além disso, as pessoas normalmente possuem ressalvas quanto à publicidade mais direta e invasiva, que é a essência dos anúncios gráficos.

Por outro lado, os anúncios nativos adotam uma abordagem de venda suave e mais discreta. Eles são integrados e relevantes se comparada ao que os consumidores já estão lendo. Os usuários da Web são mais propensos a ler e clicar neles do que em um banner que os atrapalha. Além disso, eles podem escolher se querem ou não ler, assistir ou ouvir o conteúdo do anúncio nativo. Quando se trata de conteúdo promovido, a escolha sempre supera a interrupção.

É também uma questão de tempo. Os anúncios em banner interrompem as pessoas quando elas estão consumindo conteúdo on-line. Ninguém gosta disso; é uma experiência ruim para o usuário. Porém, anúncios nativos, como widgets de conteúdo recomendado, aparecem no momento em que as pessoas estão atrás de mais informações. Eles não interrompem a experiência.

Receita e tráfego de anúncios nativos X display (banner)

Também há uma enorme diferença entre ambos quanto a receita e desempenho de anúncios. Os anúncios de display têm uma CTR (taxa de cliques) baixa de aproximadamente apenas 0,05%.

Em outras palavras, apenas cinco em cada 10.000 pessoas que veem seu anúncio estarão dispostas a clicar nele. Enquanto isso, nossas estatísticas de anúncios nativos mostram que a CTR para anúncios nativos é oito vezes maior.

Os anúncios nativos também direcionam mais tráfego, pois incentivam os usuários da Web a ler ou assistir a conteúdo relacionado ao que já estão interessados.

Os profissionais de marketing podem tornar o conteúdo nativo ainda mais eficaz com a publicidade nativa programática. Isso aproveita o poder do machine learning para tornar o conteúdo nativo ainda mais relevante e atraente.

Os anúncios nativos também resultam em mais receita para as empresas. Segundo dados de Sharethrough, os consumidores preferem ver anúncios nativos 53% mais do que anúncios display. Além disso, os anúncios nativos resultam em um aumento de 18% na intenção de compra. Não é de se admirar que o eMarketer preveja que, até o final de 2020, os profissionais de marketing irão gastar pelo menos dois terços de seus orçamentos de anúncios em publicidade nativa.

Anúncios nativos

Anúncios de display

Os anúncios correspondem organicamente com a aparência de um site

 

Os anúncios se destacam como sendo diferentes das publicações orgânicas do site

São consumidos como parte do conteúdo

 

Consumido como banner e frequentemente ignorado devido à "cegueira do banner"

Adequado para direcionar tráfego para o site

CTR alta (média de 0,2%)

Adequado para campanhas de remarketing

             CTR baixa (média 0,05%)

 

 

 

O que são anúncios nativos da GDN?

Se você deseja usar publicidade nativa, provavelmente já ouviu falar da Rede de Display do Google (GDN). Essa é a parte do Google Ads responsável por anúncios nativos com base na intenção de busca. Os anúncios nativos da GDN podem aparecer nos sites do Google, bem como nos sites dos Publishers que fazem parte de sua rede de anunciantes.

Enquanto esses tipos de anúncios são baseados na intenção de busca (voltada para pessoas que sabem o que estão procurando), os anúncios nativos da Taboola são baseados na descoberta de conteúdo. Isso significa que você pode ajudar seu público-alvo a encontrá-lo, mesmo que eles não tenham conhecimento prévio de sua marca. Os dois podem se complementar como parte de sua estratégia de marketing.

Por: Fernando Tassinari

Diretor-geral no Brasil da Taboola, principal plataforma de descoberta de conteúdo do mundo, servindo mais de 1 bilhão de usuários únicos por mês. A Taboola oferece recomendações de conteúdo personalizadas, em parceria com os principais editores, marcas e anunciantes do mundo para impulsionar o desenvolvimento, engajamento e monetização de audiência. A Taboola também capacita equipes editoriais, de produtos e de vendas com soluções baseadas em otimização de páginas em tempo real, ofertas de publicidade nativas robustas e muito mais.


Comentários


Inteligência Inteligência

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2020.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2020. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss