Artigos

Publicidade
Publicidade
Digital

Como os softwares de gestão ajudam na adaptação da Indústria 4.0

A indústria 4.0 retrata a digitalização dos processos de fábrica, facilitando a comunicação entre máquinas, sistemas e pessoas. Se a sua empresa pretende seguir este caminho, então esse é o seu dever de casa

Por Clayton Favaro - 23/02/2021

A indústria 4.0 é um termo que envolve a utilização de tecnologias altamente de alta conectividade e tudo que há de mais moderno para produzir. É a continuação da evolução das máquinas que começou lá na primeira revolução industrial. 

O conceito, criado pelo governo alemão, está diretamente ligado ao uso das melhores tecnologias do mundo para garantir produtividade, redução de custo e eficiência produtiva às indústrias.

Cada vez mais observamos robôs com complexas e dinâmicas funções, que aprendem a tomar decisões e agir de acordo com o que foi programado para eles. Neste contexto, a análise de dados de forma massiva e o uso de algoritmos de aprendizado via machine learning são imprescindíveis.  

Nesse sentido, de nada adianta começar com o investimento massivo em desenvolvimento tecnológico para indústria 4.0, sem arrumar primeiro a estrutura operacional da fábrica. 

Afinal de contas, como um bom software de gestão empresarial ajudam as fábricas a caminharem na mesma direção à indústria 4.0?  

Primeiro, identifique quais são as principais dores e dificuldades que você enfrenta (ou pode enfrentar) em processos manuais de fábrica.

 

Selecionei algumas dores para você: 

- Comprar sem necessidade;

- Falta de controle das produções;

- Falta de apontamento no chão de fábrica;

- Não saber o custo médio dos produtos;

- Controle manuais do que deve ser produzido;

- Não adequação Bloco K e Bloco H.

Essas dores são perfeitamente sanadas ao usar um bom software de gestão, também chamados de ERP – Enterprise Resource Planning

Esse sistema é muito conhecido por quem trabalha em grandes indústrias, pois centraliza informações e permite que a operação se torne mais organizada e robusta. 

Leia mais: ERP – o que é a para que serve? 

 

A relação entre Indústria 4.0 e o ERP:  

softwares de gestão

Assim como na indústria 4.0 tem como um dos princípios a Big Data que são a armazenagem imensa de dados, no ERP não é diferente. Ter relatórios de tudo que acontece na sua empresa é imprescindível. 

O ERP da MBM Solutions, por exemplo, é possível gerar um relatório de necessidade que traz informações para um processo de compra mais eficiente. 

Assim, a compra envolverá apenas componentes realmente necessários, levando a redução de custo evitando falhas de compras erradas. Ou seja, ele analisará o que os pedidos pendentes, a gestão de estoque e o que falta ser fabricado. 

Isso é a centralização de informação que o ERP entrega: todas as informações em um único relatório para garantir uma compra assertiva. 

Assim, a plataforma de ERP proporcionará uma base robusta para implementar a inteligência artificial da qual a indústria 4.0 propõe. 

Leia mais: MBM Solutions – Review do ERP para Médias e Grandes Empresas. 

 

O controle de chão de fábrica na indústria 4.0: 

chão de fábrica

Aumentar a produtividade e reduzir o custo no chão de fábrica é um dos principais objetivos da indústria 4.0. Mas para garantir esse resultado é preciso garantir que exista uma base operacional que já te forneça algumas informações. 

Neste quesito, o ERP permitirá que o seu funcionário faça os apontamentos das horas trabalhadas, e com isso, você terá informação rápida do que pode ser melhorado, como por exemplo: 

- Quanto consegue fabricar em X tempo? 

- As paradas estão (muito) grandes?  

- Qual turno é mais produtivo? 

- Qual máquina é mais produtiva? 

- Qual turno tem mais perda de matéria prima? 

Essas e outras informações sobre o controle de chão de fábrica devem ser facilmente fornecidas ao usar um sistema de gestão

Ter esses apontamentos vai garantir eficiência na automação de máquinas usando machine learning, big data, internet das coisas e a inteligência artificial, tecnologias que servem como pilares para a indústria 4.0.  

Portanto, o ERP entrega uma estrutura para a automação no chão de fábrica e isso ajudará na implementação de novas tecnologias de alta complexidade usadas pela indústria 4.0.

Sugestão: Veja as avaliações de quem usa um ERP para Indústria.

 

A integração contábil:

integração contábil

A integração contábil e fiscal é uma outra dor que empresas enfrentam. 

Hoje todas as empresas têm suas obrigações fiscais junto ao governo, e isso leva tempo, concentração, prestações de contas, e com certeza dinheiro. 

Por que ela envolve o dinheiro? 

Porque se você não cumpre alguma lei, sua empresa será penalizada, resultando em multas e grandes perdas financeiras. 

 

Bloco K e Bloco H: 

É provável que você já tenha ouvido falando sobre Bloco K e Bloco H.  

Esses são alguns dados que as empresas têm como lei enviar para o governo. Voltarei ao exemplo do ERP da MBM Solutions pois, sempre observo o quanto o sistema ajuda os usuários de indústria nesse sentido. 

Com lançamento de dados lançados no sistema, no final do mês você tem todas as informações necessárias para enviar para o governo. Tudo isso sem dor de cabeça ou sem ter que ficar lançando em uma planilha de Excel. 

Sugestão de Podcast: MBM Talks - Indústria 4.0

 

Controle de Produção: 

O controle da sua produção é um outro fator que gera muita dor de cabeça para as empresas. 

A indústria 4.0 vem para automatizar os processos e execuções, mas se sua empresa não tem um processo bem definido não vai adiantar de nada automatizar algo que está mal definido. 

Muitas empresas hoje não tem o controle da sua produção. 

Simplesmente imprime uma ordem de produção e leva no chão de fábrica para que seja produzido, gerando assim a possibilidade de erro humano. Com um sistema de gestão esse processo é completamente automatizado. Assim que a ordem de produção é gerada, o sistema já analisa a estrutura e identifica o que é necessário fabricar, separar ou comprar. 

Estando tudo correto, o sistema envia automaticamente para o departamento de produção.  

 

Kanban: 

 

Kanban

Não poderia falar sobre automação, produtividade e agilidade da indústria 4.0 sem citar um dos métodos de organização de tarefas mais conhecidos em todo o mundo: o Kanban! 

Consigo enxergar o quanto ele gera bons resultados pelo feedback de empresas que usam esse recurso no ERP na MBM Solutions

Quando disponibilizamos essa funcionalidade observamos que ela trouxe ganhos produtivos extremamente positivos às empresas, pois tornou muito mais fácil a identificação do que deve ser fabricado e o status do processo. 

Por se tratar de um método que organiza de acordo por prioridade, as fábricas conseguem acertar na identificação do que deve ser produzido primeiro e também, garante um controle imediato pela diretoria da fábrica.

Sugestão: Conheça as soluções da MBM Solutions. Fale com os nossos especialistas.

 

Automação no departamento de cobrança: 

Uma dificuldade comum também entre as empresas é a falta de automação para cobrança dos seus clientes. Na maioria das vezes esse procedimento é realizado manualmente e perde-se muito tempo nesse processo. 

Além disso, a probabilidade de esquecer de cobrar alguém é muito grande. E nesse sentido o uso de um ERP também auxilia na automação, diminuindo as chances de rupturas. 

Seria uma central de cobrança a solução? 

Eu vejo que sim, pois esse é outra funcionalidade da qual os clientes da MBM Solutions não abrem mão. 

Imagine essa solução na sua empresa: você configura, define os parâmetros e o sistema realiza essa cobrança automaticamente para você. 

Isso elimina o erro humano permitirá a otimização de tempo de trabalho. 

E como todos dizem, tempo é dinheiro né?

 

Custo médio:

custo médio

Por último, mas não menos importante, temos o custo médio. 

Sem essa informação a sua empresa pode estar perdendo muito dinheiro. Se você não sabe quanto o produto custou para você, como pode saber o valor que deverá vender para que tenha lucro? 

Esse é um problema enorme principalmente que acontece muito nas indústrias. Por usar diversas matérias primas como base para seu produto final, a formulação do custo médio pode ser algo extremamente complexo. 

Além disso, o custo da matéria prima de hoje pode não ser o mesmo amanhã, eles mudam constantemente. Um bom sistema de gestão deve fazer o cálculo desse custo em cima de tudo que envolve ele. 

Veja alguns exemplos de custos:

- Impostos;
- Fabricação; 
- Importação de matéria prima; 
- Beneficiamento;
- Preço de compra de insumos;
- Apontamento de chão de fábrica;
- Hora de trabalho por funcionário;
- Hora máquina e outros custos. 

Então se você acha que só implantar a indústria 4.0 na sua empresa vai resolver seus problemas? Não é só isso!

A contratação de um bom software de gestão deve ser realizada a fim de se unir com as melhorias que a indústria 4.0 traz para sua empresa. 

Por: Clayton Favaro

Diretor de Operações da MBM Solutions, sistema de ERP eleito o melhor do Brasil em 2020 pelo Prêmio Kmaleon