Artigos

Publicidade
Publicidade
Digital

Cadê seu mobile site?

Já sabemos que, de forma geral, o Brasil é um pouco atrasado quanto ao desenvolvimento de estratégias e esforços de comunicação no móvel. Entretanto, isto precisa mudar

Por Alex Ivonika - 29/03/2012

Terminamos 2011 com mais de 5,9 bilhões de usuários de telefonia celular, o que representa um crescimento de 13% em um ano. Deste universo, 420 milhões de aparelhos são smartphones (um crescimento de 42% em relação à 2010). Em setembro de 2011, o crescimento do 3G no Brasil chegou a 124%, comparado aos 12 meses anteriores. E qual é a conclusão diante de tantos números?
 
Já sabemos que, de forma geral, o Brasil é um pouco atrasado quanto ao desenvolvimento de estratégias e esforços de comunicação no móvel. Entretanto, isto precisa mudar. Algumas companhias têm saído na frente e começaram a ocupar um espaço valioso no bolso de seus clientes, mas ainda temos um bocado de grandes empresas que não entenderam o que devem fazer. Não basta lançar um aplicativo ou outro. Ações midiáticas e pontuais também não fazem tanta diferença assim. Vimos um monte de criações para o carnaval, mas que não deixam legado algum para marca, por exemplo. Isso não é branding!
 
Levantando as 10 maiores empresas do Brasil, segundo a revista Exame no Maiores e Melhores 2010, nota-se que nenhuma delas possui site móvel. É super natural ver estas grandes marcas presentes nas redes sociais, com campanhas multi plataforma e até mesmo com alguns aplicativos no ar. Mas cadê o mobile site? Como considerar uma estratégia de comunicação completa menosprezando um recurso tão rico e essencial não é um caminho inteligente.
 
Já sabemos que as pessoas têm o hábito de assistir televisão conectadas a internet. Que tal, além de todos os dados apresentados, também levar em conta a superioridade no número de tablets vendidos com relação aos netbooks, em 2011, hein?! Juro não entender! São criados  ótimos filmes para TV. Custando milhões entre produção e veiculação. Para quê tudo isso se as pessoas não podem ter experiências interessantes ao procurar mais sobre aquela tal empresa enquanto estão sentadas no sofá? Sem contar o alto número de sites em flash disponíveis por ai. Nem é tão caro produzir um mobile site. Como se isso pudesse servir de desculpa.
 
Afinal, o amor nos conecta. A conexão nos transforma para que possamos viver sem fronteiras. No meu ou no seu mundo. Agora! O mundo tem mudado a passos largos. Você vai ficar aí parado ou prefere permanecer em movimento?

Por: Alex Ivonika

Alex Ivonika é Publicitário, pós graduado em Branding pelo Grupo Troiano e Planner no Grupo .Mobi