30teen: Porque a nostalgia influencia os hábitos dos millennials? Bruno Mello 8 de julho de 2024

30teen: Porque a nostalgia influencia os hábitos dos millennials?

         

Geração está mudando percepção tradicional do que significa ser adulto, ao mesmo tempo que assume um papel protagonista na economia, sociedade e no âmbito do Marketing

30teen: Porque a nostalgia influencia os hábitos dos millennials?
Publicidade

Segundo dados do Fórum Econômico Mundial, na América Latina há cerca de 155 milhões de pessoas pertencentes à geração millennial, o que constitui aproximadamente 23% da população total da região. Este grupo se destaca por ser o mais escolarizado da história, com níveis educativos nos quais, pela primeira vez, as mulheres superam os homens em quase todas as regiões.

Os millennials continuam combinando seus gostos e compras com itens e experiências que trazem nostalgia. Um exemplo dessas ações se expressa através das redes sociais, com as hashtags #30teen e #whydontmillennialsage. Essas trends refletem a nostalgia dessa geração por sua adolescência, impulsionando a criação de eventos temáticos, shows e espaços de venda de produtos relacionados com a cultura pop dos anos 90 e 2000. Este grupo está redefinindo a maturidade ao abraçar seu lado mais jovem, enquanto cumprem com suas responsabilidades adultas.

Além disso, uma pesquisa da Harris Poll e Eventbrite Inc. revelou que 78% dos millennials preferem pagar por uma experiência do que por um bem material. Isso emoldura as possibilidades de chamar a atenção dessa geração, que mostra um grande interesse em reviver experiências passadas, com campanhas baseadas em oferecer momentos únicos.
Embora outras gerações possam vincular o crescimento com formalidade ou seriedade, os millennials estão reescrevendo esses ideais para mostrar que podem ser “adolescentes para sempre”, e isso abre uma enorme janela dentro das campanhas de marketing.

Essa tendência de nostalgia pelo passado adolescente gerou um novo nicho de mercado para empresas e marcas que buscam conectar-se com os millennials. Nesse sentido, compartilho três conselhos para ativar campanhas de marketing baseadas na nostalgia da cultura pop, com um enfoque em SEO, marketing de influência e mídias sociais para marcas:

1. Pesquisa de palavras-chave: Utilize ferramentas de SEO para identificar palavras-chave relacionadas com a cultura pop dos anos em que a audiência era adolescente e que sejam relevantes para a marca. Isso ajudará a compreender quais termos os usuários estão buscando e permitirá otimizar o conteúdo do site e publicações nas redes sociais para aumentar a visibilidade nos motores de busca.

Publicidade

2. Criação de conteúdo nostálgico: Gere conteúdo que remeta a lembranças, como listas de reprodução de música, memes, vídeos retrô ou trivia de programas de televisão e filmes icônicos dessa época. Utilize as redes sociais e outras plataformas de mídia social para compartilhar esse conteúdo e gerar interação e identificação com a audiência.

3.Colaborações com influenciadores e comunidades: Identifique influenciadores e comunidades que tenham afinidade com o tema, com o objetivo de promover os produtos ou serviços. Essa parceria pode incluir resenhas de produtos, concursos ou eventos especiais que gerem interesse e participação entre o segmento alvo. Utilize hashtags relevantes nas publicações para aumentar a visibilidade e o alcance de suas campanhas.
Nesse cenário, ressalto que é crucial que os profissionais de marketing se comprometam genuinamente com os valores e preocupações dessa geração, como o meio ambiente, a equidade, o comércio justo e as inovações tecnológicas. Ao compreender a linguagem e as expectativas das novas gerações, as mensagens ressoam de maneira mais autêntica e eficaz.

*Kauana Neves é Country Leader na agência another.


Publicidade