Login | Newsletter

by

Publicidade
Facebook Mundo do Marketing Twitter Mundo do Marketing Linkeding Mundo do Marketing Google+ Mundo do Marketing RSS Mundo do Marketing Youtube Mundo do Marketing

Mundo do Marketing | Seu portal de Marketing, propaganda e publicidade

Publicidade
Publicidade
Links Rápidos:
Pesquisas |
Estudos |
Infográficos |
Agenda de Eventos e Cursos |
Vagas de Trabalho |
Top 10 Livros + Vendidos

Reportagem Mundo do Marketing

Coca-Cola e o caso do rato encontrado na garrafa: marca se manifesta

Companhia reitera seu compromisso com a qualidade e diz que acusações que vem sendo veiculadas não têm fundamento. Consumidor alega ter encontrado animal morto dentro da garrafa

Por Bruno Garcia, do Mundo do Marketing | 18/09/2013

bruno.garcia@mundodomarketing.com.br

Coca-Cola,polemica,rato,comunicado oficialNos últimos dias, a Coca-Cola se viu envolvida em um possível caso de contaminação, o que levou a companhia a emitir um comunicado oficial se pronunciando sobre a acusação do suposto rato morto que foi encontrado no interior de uma garrafa. A notícia ganhou repercussão na mídia e movimentou as redes sociais, onde logo surgiram montagens com a marca. O consumidor Wilson Resende alega ter tido sérios próblemas de saúde e perdido parte de sua capacidade motora após ingerir, no ano de 2000, o refrigerante contaminado. Wilson havia comprado um pack com seis unidades e após o diagnóstico de intoxicação alimentar ter sido confirmado, encontrou a cabeça de um rato no interior de uma das garrafas que ainda estava fechada. Desde então, ele move uma ação na Justiça contra a companhia.

Em nota, a Coca-Cola informa que segue rigorosamente todos os padrões de qualidade no processo de fabricação e engarrafamento da bebida, seguindo as normas determinadas pelos órgãos regulatórios. O comunicado foi publicado na fanpage da marca, em resposta às acusações que vêm sendo veiculados pela mídia tradicional e na internet.  Veja abaixo o comunicado na íntegra:

"Sobre o caso de um consumidor registrado no ano de 2000 e recentemente veiculado na imprensa, a Coca-Cola Brasil esclarece que:

Todos os nossos produtos são seguros e os ingredientes utilizados são aprovados pelos órgãos regulatórios, em um histórico de 127 anos de compromisso e respeito com os consumidores. Os nossos processos de fabricação e rígidos protocolos de controle de qualidade e higiene tornam impossível que um roedor entre em uma garrafa em nossas instalações fabris.

Lamentamos o estado de saúde do consumidor, mas reiteramos que o fato alegado não tem fundamento e é totalmente equivocada a associação entre o consumo do produto e o seu estado de saúde. Para saber mais sobre a qualidade dos nossos produtos, utilize nossos canais oficiais de comunicação com o consumidor: 0800 0212121 e  http://www.cocacolabrasil.com.br/fale-conosco"

Coca-Cola,polemica,rato,comunicado oficial

Coca-Cola,polemica,rato,comunicado oficial

Aproveite e leia também: Conteúdo e criatividade para se manter entre as mais valiosas. Conteúdo exclusivo para assinantes + Mundo do Marketing. Acesse aqui.



Leia Também

14/08/2013

Coca-Cola quer fazer parte de estilo saudável

Organizações de saúde pedem fim das ações

09/08/2013

Coca-Cola Zero traz app de música em suas latas

Usuário deve escanear as sound waves

01/08/2013

Coca-Cola cria pack promocional de Crystal

Valor unitário cai em até 44%

31/07/2013

Coca-Cola leva cinco pessoas com 100 amigos cada para a Copa

5 sorteados com 100 amigos cada ganham viagem

EditoriasEditorias

Mercado

Raio X do mercado de chocolates no Brasil

Raio X do mercado de chocolates no Brasil

Brasil é o terceiro maior mercado do produto

Comportamento

Corre-corre altera hábitos alimentares

Corre-corre altera hábitos alimentares

Itens devem agregar adaptabilidade e portabilidade

Marca

Não patrocinadora está proibida de usar momento

Não patrocinadora está proibida de usar momento

Legislação impede até associação indireta a evento

Relacionamento

Empresas vão ao Procon para resolver problemas

Empresas vão ao Procon para resolver problemas

Marcas montam balcão de atendimento no órgão

Promoção

Ações criativas ativam marcas no carnaval

Ações criativas ativam marcas no carnaval

Empresas lançam produtos comemorativos

Digital

Empresas reagem à perda do alcance do Facebook

Empresas reagem à perda do alcance do Facebook

Marcas renovam estratégias para falar com público

Planejamento

Big Data não basta para entender o consumidor

Big Data não basta para entender o consumidor

Acúmulo de dados não gera estratégias, diz Troiano

Pesquisa

Dia Internacional da Mulher:família e profissão

Dia Internacional da Mulher:família e profissão

Pesquisa aponta hábitos e percepções

PDV

Big Data já é realidade. Conheça modelos

Big Data já é realidade. Conheça modelos

Na loja física ou virtual, dados devem ser filtrados

Publicidade

Empresas reagem à perda do alcance do Facebook

Empresas reagem à perda do alcance do Facebook

Marcas renovam estratégias para falar com público

Corre-corre altera hábitos alimentares

Corre-corre altera hábitos alimentares

Itens devem agregar adaptabilidade e portabilidade

Raio X do mercado de chocolates no Brasil

Raio X do mercado de chocolates no Brasil

Brasil é o terceiro maior mercado do produto

Castrol desafia Neymar Jr. e Ken Block

Castrol desafia Neymar Jr. e Ken Block

Marca quer unir futebol e rali em ação

Fiat faz desfile em passarela de pedestre

Fiat faz desfile em passarela de pedestre

Ação alerta da importância da travessia correta

Sanrio cria APP com ovos de Páscoa virtuais

Sanrio cria APP com ovos de Páscoa virtuais

Ação digital envolve linha da Hello Kitty

O que fazer para driblar a perda de alcance orgânico do Facebook?

O que fazer para driblar a perda de alcance orgânico do Facebook?

Marcas renovam estratégias para falar com público

Feira de design de Milão: Dádivas de Marca

Feira de design de Milão: Dádivas de Marca

Citizen impressiona com instalação com relógios

Brasil é o lugar mais caro do mundo para comprar roupas

Brasil é o lugar mais caro do mundo para comprar roupas

Índice Zara calcula diferença nos preços por país